Veja Também

Veja Também

quinta-feira, 31 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUINTA-FEIRA 31/07/2014

ÁSIA: A maioria das bolsas asiáticas avançou neste último pregão do semestre.

O Nikkei caiu 0,16%, para 15,620.80, quebrando uma seqüência de quatro dias de avanços, quando atingiu melhor fechamento em seis meses no pregão anterior. No mês o índice subiu 3%. O índice Topix caiu 0,22%, enquanto o iene se fortaleceu contra o dólar a ¥ 102,79, ante ¥ 102,863 na quarta-feira.

Em Hong Kong, as ações tiveram pequenos ganhos após sessão volátil, fechando em alta pelo oitavo dia consecutivo. O Hang Seng Index subiu 0,10% e em julho, o benchmark subiu 6,8%. Na parte continental da China, o Shanghai Composite Index avançou 0,93%.

Em outros lugares, S & P / ASX 200 da Austrália  adicionou 0,18%, enquanto Kospi Composite Index da Coréia do Sul caiu 0,31%.

EUROPA: As dúvidas sobre a saúde da economia da Europa domina os principais mercados do continente, depois que o Federal Reserve dos EUA fez pouco para conter que o dólar atinja as máximas de 10 meses. O crescimento de 4% dos EUA, em termos anualizados no segundo trimestre veio num momento em que as empresas divulgam resultados fracos e as preocupações com a situação na Ucrânia tem adicionado preocupações de que a Europa vai demorar muito mais tempo para se recuperar.

A taxa anual de inflação em julho na zona euro voltou a cair abaixo da meta do Banco Central Europeu e para o seu nível mais baixo desde outubro de 2009. A queda é um revés para o BCE, que em junho lançou uma série de medidas destinadas a estimular o crescimento. Os preços ao consumidor foi 0,4% maior que em julho de 2013, com a taxa de inflação desacelerando para 0,5% em junho. A taxa de inflação tem ficado abaixo de 1,0% por 10 meses seguidos.

A taxa de desemprego caiu para 11,5% em junho, ante 11,6% em maio, atingindo o seu nível mais baixo desde setembro de 2012. O número de pessoas sem trabalho caiu 152.000 em junho, deixando 18,4 milhões de desempregados. Esse foi o maior declínio mês a mês no número de desempregados desde dezembro de 2013.

O índice de referência do Reino Unido abriu em alta, puxada por alta de 3,98% para ações da Royal Dutch Shell, após a gigante do petróleo dizer que seu lucro no segundo trimestre mais que dobrou, beneficiada pelo aumento dos preços do petróleo e preços mais elevados para  seus produtos. Outros pesopesados de energia, BG Group sobe 1,86% depois que a empresa registrou um aumento de 25% no lucro do segundo trimestre e BP sobe 0,61%. As principais mineradoras operam sem direção. BHP Billiton opera estável e Rio Tinto sobe 0,19%

Entre outros mercados DAX 30 da Alemanha e CAC 40 da França também recuam.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
10h45 - Chicago PMI (mede o nível de atividade industrial na região);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h45)

ÁSIA
Nikkei: -0,16%
Austrália: +0,18%
Hong Kong: +0,10%
Xangai Composite: +0,93%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -0,99%
London - FTSE: -0,24%
Paris CAC 40: -0,81%
Madrid IBEX: -1,66%
FTSE MIB: -1,53%

COMMODITIES
BRENT: +0,01%
WTI: -1,55%
OURO: -0,09%
COBRE: -0,08%
NIQUEL: -0,81%
SOJA: 0,00%
ALGODÃO: -0,38%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,08%
SP500: +0,09%
NASDAQ: +0,13%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: 3D Systems, Aircastle, Alcatel-Lucent, Anheuser-Busch InBev, Apache, AstraZeneca, Avon Products, Becton Dickinson, BlackRock Kelso , Borg Warner, Bunge, CIGNA, CME Group, Colgate-Palmolive, ConocoPhillips, Delphi Automotive, Dentsply, DIRECTV, Discovery, Exxon Mobil, Graham, Host Hotels, Hyatt Hotels, Imation, Iridium Communications, Kellogg, L-3 Communications, Legg Mason, Lexicon Pharma, Marathon Petroleum, MasterCard, McKesson, Mosaic, MSCI, Newell Rubbermaid, PG&E, Pinnacle West, Pioneer Energy, Santander Consumer USA, Sony, Swift Energy, Time Warner Cable, TransCanada, Valeant Pharma, Banco Santander, Matson, PC Connection, Pixelworks, ResMed, Sierra Wireless, Skullcandy, Synaptics, Tesla Motors, Western Union

BRASIL: Ambev, Bradesco, BRF, Dufry AG, Embraer, Fleury, Magazine Luiza, Paranapanema, PDG Realty, Santander BR, Smiles, Sul América, Technos, TIM,
Vale

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 30 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUARTA-FEIRA 30/07/2014

ÁSIA: A maioria das principais bolsas asiáticas subiram, antes das atualizações do Federal Reserve sobre a política monetária e com novas sanções dos EUA e União Europeia contra a Rússia.

O otimismo com a atividade industrial da China impulsionou os mercados acionários da região da Ásia e do Pacífico, após a publicação do índice de gerentes

O índice MSCI da Ásia Pacífico ex-Japão subiu 0,3%,  atingindo maior nível em seis anos.

Nikkei do Japão subiu pelo quarto dia consecutivo com alta de 0.18%, maior preço de fechamento desde 23 de janeiro, baseada em lucros forte de empresas como Honda Motor e Tokio Electron mascarando dados industriais fracos. O Topix  ganhou 0,14%.

Ações de Hong Kong fechou em alta pelo sétimo dia consecutivo, com relatos de que a China permita negociação de ações direta entre Xangai e Hong Kong no final deste ano. O índice referencial Hang Seng fechou 0,37% maior em 24,732.21, o seu melhor nível desde o início de novembro 2010. A maioria das empresas  imobiliárias locais avançaram, mas na parte continental da China, o Shanghai Composite Index recuou 0,09% depois de seis dias consecutivos de ganhos

Vários mercados asiáticos tiveram ganhos sólidos, como Kospi Composite Index de Seul  que avançou 1%,  S & P / ASX 200 de Sydney subiu 0,62%  e Taiexx de Taiwan adicionando 0,59%.

EUROPA: Novas sanções sobre a Rússia pesam sobre os mercados europeus, com os investidores analisando potenciais consequências das medidas. Tanto EUA quanto União Europeia decidiram ampliar as sanções contra a Rússia na terça-feira, com as novas restrições sobre os setores de energia, defesa, finanças. No setor financeiro, a UE decidiu reduzir o acesso ao financiamento por bancos estatais da Rússia, ao mesmo tempo que vai parar a exportação de produtos e tecnologias específicas para o país, numa tentativa de dificultar o desenvolvimento dos recursos de petróleo no longo prazo.

O Tesouro dos EUA disse que vai proibir cidadãos americanos de comprar novas ações ou títulos de três grandes instituições financeiras russas, limitando o seu acesso aos mercados de capitais dos Estados Unidos. Os três bancos são Bank of Moscow , Russian Agricultural Bank e VTB Bank.

A Espanha surpreendeu os mercados com números melhores do que o esperado sobre o PIB do segundo trimestre. A economia cresceu 0,6% no trimestre, superando a estimativa divulgada na semana passada pelo banco central do país e marcando o ritmo de crescimento mais forte em seis anos, mas os preços ao consumidor espanhol caíram em julho pelo segundo mês consecutivo, alimentando temores de um longo período de deflação. IBEX 35 da Espanha sobe.

Na França, a confiança dos consumidores estagnou em julho , ficando bem abaixo da média de longo prazo. CAC 40 da França cai.

O Stoxx Europe 600 perde 0,1%, para 342,08. Índice DAX 30 da Alemanha e FTSE 100 do Reino Unido oscilam entre pequenos ganhos e perdas, este último apoiado pela alta de 3,9% do Barclays, que registrou lucro otimistas.

Índice MICEX da Rússia sobe 2,1%. Analistas explicam que os líderes europeus fizeram uma escolha inteligente em suas medidas, deixando de fora o setor de gás em suas sanções, o que ajudou a empurrar para cima o índice russo.

AGENDA:
EUA:
9h15 - ADP Non-Farm Employment Change (número de postos de trabalho no setor privado dos EUA);
9h30 - Advance GDP (PIB dos EUA);
11h30 - Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados Unidos);
15h00 - FOMC Statement (Declaração do FOMC);
15h00 - Federal Funds Rate (Decisão da Taxa de Juros);

ÍNDICES MUNDIAIS (8h15)

ÁSIA
Nikkei: +0,18%
Austrália: +0,62%
Hong Kong: +0,37%
Xangai Composite: -0,09%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 +0,07%
London - FTSE: -0,08%
Paris CAC 40: -0,07%
Madrid IBEX: +0,71%
FTSE MIB: +0,07%

COMMODITIES
BRENT: +0,08%
WTI: +0,38%
OURO: -0,08%
COBRE: -0,19%
NIQUEL: -0,17%
SOJA: -0,41%
ALGODÃO: +0,50%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,20%
SP500: +0,24%
NASDAQ: +0,34%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: AU Optronics, Belden, Dorman Products, Energizer, Franklin Resources, Garmin, GlycoMimetics, Goodyear Tire, Hess, Hospira, Humana, Lexicon Pharma, MeadWestvaco, Penske Auto , Phillips 66, Rockwell Automation, RR Donnelley & Sons, Sealed Air, SodaStream, Sprint, SPX Corp, Teleflex, Thomson Reuters, Valero Energy, Wisconsin Energy, Amerisafe, AVG Tech, , Empire State Realty Trust, Erickson Air-Crane, Hartford Financial, Kraft Foods, MetLife, Newport, Noble Corp, Pacific Ethanol, Penn Virginia, Pilgrim's Pride, QuickLogic, Western Digital, Yelp

BRASIL: Arezzo , Duratex, Energias BR, Gerdau, Klabin, Santos - Brasil, Telefônica Brasil, Totvs, Transmissão Paulista

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 29 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - TERÇA-FEIRA 29/07/2014

ÁSIA: As principais bolsas asiáticas avançaram nesta terça-feira, seguindo a alta em Wall Street.

Nikkei do Japão subiu 0,57%, para 15,618.10, nível não visto desde o final de janeiro, reforçado por relatórios otimistas de lucros corporativos. O iene se enfraqueceu frente ao dólar fechando a ¥ 101,90, em comparação com ¥ 101,84 na sessão anterior. O índice Topix subiu 0,34%.

Em outros mercados asiáticos, Hang Seng de Hong Kong subiu 0,87%, registrando a sexta sessão consecutiva de ganhos e na parte continental da China, o Shanghai Composite Index também avançou pelo sexto dia consecutivo, com uma alta de 0,24%.

Em outros lugares, S & P / ASX 200 da Austrália subiu  0,20% e Kospi Composite Index da Coréia do Sul  terminou 0,64% maior.

EUROPA: As bolsas europeias avançam, porém com volatilidade, com investidores permanecendo cautelosos devido nervosismo geopolítico e uma corrente de notícias econômicas dos EUA que devem ser divulgados ainda nesta semana, incluindo a reunião do Federal Reserve e o PIB nesta quarta-feira e dados laborais na sexta-feira.

O FTSE 100 do Reino Unido tenta seu primeiro ganho em três dias, com alguns relatórios de lucros otimistas elevando o humor dos investidores. As ações da GKN sobem 6,27% após a fabricante de autopeças registrar um aumento no lucro do primeiro semestre. Next avança 2,68%, após a varejista de roupas elevar sua meta de lucro anual e com fortes vendas no primeiro semestre. A maioria das mineradoras avança. BHP Billiton sobe 0.31% e Rio Tinto avança 0,89%.

Em sentido contrário, as ações da BP recua 0,80%, após a gigante de energia registrar um aumento no lucro do segundo trimestre, impulsionado pelo seu braço de investimento russo, a Rosneft. As incertezas sobre os impactos das sanções sobre a Rússia podem afetar negativamente seus negócios.

Em outros mercados, DAX 30 da Alemanha e CAC 40 da França também sobem.


AGENDA:
EUA:
10h00 - S&P/CS Composite-20 HPI (examina as mudanças no valor (preço de venda) do mercado imobiliário em 20 regiões nos EUA no ano anterior. Este relatório ajuda a analisar a força do mercado imobiliário dos EUA, o que contribui para a análise da economia como um todo);
11h00 - CB Consumer Confidence (mede o nível de confiança dos consumidores na atividade econômica. É um indicador importante, pois pode prever os gastos do consumidor, que é uma parte importante da atividade econômica);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h15)

ÁSIA
Nikkei: +0,57%
Austrália: +0,20%
Hong Kong: +0,87%
Xangai Composite: +0,24%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 +0,10%
London - FTSE: +0,23%
Paris CAC 40: +0,07%
Madrid IBEX: +0,33%
FTSE MIB: +0,57%

COMMODITIES
BRENT: +0,28%
WTI: -0,01%
OURO: +0,28%
COBRE: -0,39%
NIQUEL: -1,24%
SOJA: +0,27%
ALGODÃO: -0,09%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,03%
SP500: -0,08%
NASDAQ: -0,02%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Aetna, AK Steel, ADM Archer-Daniels, Audiocodes, Banco Santander, BP, Carbonite, Corning, Diana Shipping, Eaton, Ecolab, Entegris, FirstService, Harris, HomeStreet, Honda Motor, Intl Paper, Lexicon Pharma, McGraw-Hill Financial, Medidata Solutions, Merck, New York Times, Nielsen, Pfizer , Portland Gen Elec, Reynolds American, Spirit Airlines, TRW Automotive, UBS AG, United Therapeutics, Universal American Corp, UPS, Vishay, Wynn Resorts, Xylem, Acadia Healthcare, Access Midstream Partners, American Express, Amgen, Anadarko Petroleum, Boston Properties, C.H. Robinson, Caesars Entertainment, CB Richard Ellis, Cincinnati Fincl, Compuware, Dreamworks Animation, Euronet, Global Payment, Marriott, Nutrisystem, Plantronics, Qiagen, RenaissanceRe, Rogers Corp, Ternium, Twitter, U.S. Steel, Ultimate Software, XPO Logistics

BRASIL: Cielo, Inds Romi, OdontoPrev, Souza Cruz

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 28 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEGUNDA-FEIRA 28/07/2014

ÁSIA:  As bolsas da Ásia fecharam em alta, com destaque para as bolsas chinesas, onde Hang Seng de Hong Kong subiu 0,90%, avançando pela quinta sessão consecutiva, fechando nas máximas não vistos a mais de três anos, após relatos de um esquema  que permitiria negociações de ações diretas entre Hong Kong e Xangai, que deve ser lançado em meados de outubro.  No continente, o Shanghai Composite Index liderou a alta regional com valorização de 2,4%, atingindo maior nível em mais em mais de quatro meses.

No Japão, o Nikkei reverteu as perdas da abertura e fechou em alta de 0,46%, em 15,529.40, melhor fechamento desde 23 de janeiro, impulsionado por esperanças de melhoria nos lucros das empresas nacionais, principalmente ações relacionadas com jogos, que avançaram após relatório de mídia dizendo que podem se beneficiar antes dos Jogos Olímpicos de 2020. Desde meados de junho, o índice já tentou algumas vezes a subir acima do nível de 15.500, mas sempre em vão. Ainda assim, o Nikkei já caiu 4,7% desde o início deste ano. O iene recuando um pouco em relação ao dólar, sendonegociado a ¥ 101,855, ante ¥ 101,835 na sessão anterior. O índice Topix subiu 0,37%.

Em outros lugares, S & P / ASX 200 da Austrália fechou em queda de 0,11%, enquanto Kospi Composite Index da Coréia do Sul subiu 0,74%.

EUROPA: As principais bolsas europeias abriram em alta e apresentam volatilidade, após os 28 países da UE chegarem a um acordo na sexta-feira sobre as primeiras sanções econômicas contra a Rússia e após a alta das ações chinesas que ajudaram os mercados asiáticos a atingir nova alta em três anos.

O índice RTS de Moscou cai 2,9% e o MICEX perde 2,12%. DAX 30 da Alemanha, IBEX 35 da Espanha e FTSE MIB da Itália recuam, enquanto CAC 40 da França avança.

O índice de referência do Reino Unido FTSE 100 também sobe, recuperando parte da queda de 0,4% na sexta-feira. As ações da EasyJet sobem 0,98% depois que o Citigroup elevou a empresa aérea de neutro para comprar. A maioria das mineradoras recuam em Londres, entre elas, BHP Billiton perde  0.60% e Rio Tinto recua 0,39%.

A confiança entre os fabricantes da Itália em julho caiu para 99,7 em relação a junho e o número de desempregados ativos procurando emprego na França aumentou em 9400, ou 0,3% durante o mês de junho. O número total de desempregados chegou a 3,4 milhões, segundo o Ministério das Finanças.

AGENDA:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

ÍNDICES MUNDIAIS (7h55)

ÁSIA
Nikkei: +0,46%
Austrália: -0,11%
Hong Kong: +0,88%
Xangai Composite: +2,41%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 -0,23%
London - FTSE: +0,04%
Paris CAC 40: +0,20%
Madrid IBEX: -0,15%
FTSE MIB: -0,01%

COMMODITIES
BRENT: -0,64%
WTI: -0,23%
OURO: +0,48%
COBRE: -0,07%
NIQUEL: -1,40%
SOJA: +1,05%
ALGODÃO: -0,02%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,09%
SP500: -0,10%
NASDAQ: -0,05%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Armstrong World Industries, Ceragon, Choice Hotels, Cummins, Dixie Group, Hill International, Lincoln Electric, Mercury General. RPM Inc, Sohu.com,
TravelCenters of America, Tyson Foods, Alliance Fiber Optic, American Fincl, Amkor, Bank of Hawaii, Denny's, Eastman, Erickson Air-Crane, Franklin Electric, Greenhill, Herbalife, Integrated Device, Intevac, J&J Snack Foods, Montpelier Re, Norwegian Cruise Line, PartnerRe, Range Resources, Seacoast Banking, Silicon Motion, US Ecology, W.R. Berkley, XL Group plc

BRASIL: Autometal

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 25 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEXTA-FEIRA 25/07/2014

ÁSIA:  A maioria das bolsas asiáticas avançou nesta sexta-feira, com destaque para as ações do Japão, onde o Nikkei fechou 1,13% maior em 15,457.87, coroando a semana com um ganho de 1,6%, enquanto o índice Topix    terminou 0,90% maior. O iene fechou em ¥ 101,912 o dólar, ante  ¥ 101,771 na quinta-feira. A taxa de inflação japonesa abrandou ligeiramente em junho, combinando as expectativas do mercado, impactado pela disparada dos custos de importação mais lento, de acordo com dados oficiais divulgados nesta sexta-feira.

Em outros mercados asiáticos, o índice referencial Hang Seng de Hong Kong  terminou 0,3% maior, ganhando pela quarta sessão consecutiva após um relatório da CNBC citar compras de fundos estrangeiros apoiando o mercado local. O índice registrou um ganho semanal de 3,3%.  No continente chinês, o Shanghai Composite Index fechou com valorização de 1,02%.

Na Coréia do Sul, o Kospi Composite Index avançou 0,36%, enquanto na Austrália, o S & P / ASX 200 recuou 0,08%, pesada pelas mineradoras. BHP Billiton caiu 0,15%, Rio Tinto perdeu 0,25% e Atlas Iron despencou 4,24% mesmo depois que a Merrill Lynch atualizou a recomendação de suas ações de vender para neutro, mas Bell Potter cortou sua estimativa de esperar para vender. O movimento veio após os operadores de rebocadores no Porto Hedland votarem a favor de uma greve por melhores salários e condições. As mineradoras de ouro tiveram forte baixa após futuros.       .

EUROPA: As bolsas europeias operam em baixa, com os investidores digerido as mais recentes sanções do bloco contra a Rússia e importantes dados econômicos.

A Pesquisa Ifo da Alemanha mostrou que houve uma queda forte na confiança das empresas na maior economia da Europa ao longo dos últimas semanas, levantando preocupações sobre crescimento da região. "O aumento das tensões geopolíticas está pesando na economia alemã"; "As empresas também estão menos otimistas quanto à evolução futura de negócio",  disse o Ifo em comunicado, sugerindo que o país enfrenta riscos de crescimento no terceiro trimestre. O indicador principal do Instituto Ifo caiu para 108,0 em julho, marcando o terceiro declínio mensal consecutivo, depois de bater 109,7 em junho. Especialistas consultados pelo The Wall Street Journal esperado um declínio no indicador para 109,4.  O resultado  foi pressionada em parte, por preocupações sobre empresas locais com laços na Rússia, que foi atingido pelas sanções devido tensões com a Ucrânia.

O Banco Central Europeu disse que os empréstimos do setor privado melhoraram um pouco na zona do euro em junho embora permaneça abaixo dos níveis do ano passado, sugerindo que as condições de crédito estão começando a melhorar mesmo que lentamente. Os empréstimos às famílias e empresas caíram 1,7% em comparação com o ano anterior, comparado com um declínio anual de 2% em maio.

O FTSE 100 do Reino Unido abriu em queda e opera com volatilidade, depois que o Instituto Nacional de Estatística Reino Unido estimou que o PIB cresceu no segundo trimestre 0,8% a partir do primeiro trimestre. Em relação ao ano passado, o PIB cresceu 3,1%.

Em Londres, as ações Vodafone Group ganha 2,02%, com a empresa de telefonia móvel dizendo que há sinais de estabilização em alguns mercados europeus importantes, apesar das receita trimestral crescerem a um ritmo mais baixo do que o esperado, mas BSkyB recua 4,54%, após a emissora britânica dizer que vai pagar £ 4900000000 (8,3 bilhões de dólares) para comprar Sky Italia e uma participação de 57,4% da Sky Deutschland, da 21st Century Fox. O acordo abre caminho para a BSkyB para criar uma empresa de TV por assinatura em toda a Europa. A maioria das mineradoras recuam.  As pesopesadas BHP Billiton e Rio Tinto recuam 0.22% e 0,06% respectivamente, enquanto Kazakhmys perde 2,68% e Anglo American sobe 2,52%.

Em outros mercados, DAX 30 da Alemanha e CAC 40 da França caem.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Durable Goods Orders e Core Durable Goods Orders (números mensais de pedidos de bens duráveis para a indústria nos Estados Unidos, além de destacar o indicador se excluídos as encomendas no setor de transportes);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h50)

ÁSIA
Nikkei: +1,13%
Austrália: -0,08%
Hong Kong: +0,31%
Xangai Composite: +1,02%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 - 0,50%
London - FTSE: -0,15%
Paris CAC 40: -0,70%
Madrid IBEX: +0,46%
FTSE MIB: -0,18%

COMMODITIES
BRENT: -0,11%
WTI: 0,00%
OURO: +0,21%
COBRE: +0,18%
NIQUEL: +0,94%
SOJA: -0,30%
ALGODÃO: +0,47%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,15%
SP500: -0,19%
NASDAQ: -0,35%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Aaron's, AbbVie, Aon, Avery Dennison, Covidien, Moody's, Stanley Black & Decke, Tyco, Xerox

BRASIL: Hypermarcas, Tractebel

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 24 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUINTA-FEIRA 24/07/2014

ÁSIA: A maioria das bolsas asiáticas subiu nesta quinta-feira, com ganhos de empresas de tecnologia dos EUA e uma forte leitura das empresas de manufatura chinesa reforçando as esperanças de recuperação da segunda maior economia do mundo.

O PMI Flash do HSBC da China ficou em 52,0 em julho, leitura mais alta em 18 meses, bem acima da leitura final de 50,7 em junho, indicando expansão das atividades da fábrica da China pelo segundo mês consecutivo. Houve também boa notícia sobre as perspectivas futuras, com o sub-índice de novas encomendas atingindo 53,7.

A notícia injetou vida à uma sessão lenta e ajudou o índice de Xangai a fechar com alta de 1,28% enquanto em Hong Kong, Hang Seng avançou 0,71%.

O índice MSCI de ações Ásia-Pacífico ex-Japão subiu 0,2% e  o índice da Austrália marcou outro pico em seis anos. O S&P/ASX 200 subiu 0,20%.

Números de exportação do Japão não foram tão brilhantes e o Nikkei caiu 0,29%. O índice de referência da Coreia do Sul caiu 0,09% depois que dados mostraram que a economia a cresceu ao ritmo mais lento em mais de um ano, levando Seul a lançar um pacote de medidas de estímulo.

EUROPA: As bolsas europeias apagam as perdas iniciais e sobem após PMI da Zona do Euro forte início no terceiro trimestre do ano.

A atividade do setor privado na zona do euro expandiu mais rapidamente do que o esperado em julho. O PMI composto, que mede a atividade em ambos os setores de serviços e industrial, para o bloco monetário, subiu para 54, melhor leitura em três meses, superando as previsões de 52,9 e 52,8 de abril. O setor de serviços em todo o bloco de 18 membros tiveram um desempenho melhor do que esperado pelos 39 economistas consultados pela Reuters, subindo para 54,4 de 52,8, atingindo o seu nível mais alto em mais de três anos. enquanto o setor de manufatura também relataram um mês mais forte do que sugerido pela previsão dos analistas consultados pela Reuters.

Na Alemanha, o PMI industrial ficou em 52,9, melhor leitura em três meses. O PMI composto subiu para 55,9. Na França, a leitura composto indicou que a economia enfraqueceu num ritmo mais lento do que em julho, com o setor de serviços de retornar ao crescimento enquanto indústria continua a contrair.

O contraste entre a França e a Alemanha foi mais evidente no mercado de trabalho, com empresas alemãs contratando de novos trabalhadores pelo nono mês consecutivo, enquanto as francesas tem cortado empregos.

A União Europeia prepara-se para proibir que europeus comprem quaisquer novos títulos ou ações emitidos por instituições financeiras russas como parte de uma nova rodada de sanções mais severas que devem ser impostas contra a Rússia. As sanções seriam mais abrangente do que as medidas anunciadas pelos EUA na semana passada, direcionados apenas para dois bancos russos: Gazprombank e Vnesheconombank. O  índice MICEX de blue chips da Rússia cai 0,4%, enfraquecida por bancos. As ações do Banco VTB registra queda de 1,9% e Sberbank Rossia perde 1%.

Os varejistas do Reino Unido venderam mais do que o esperado em junho, registrando o maior aumento de vendas trimestral em quase 10 anos. O volume de vendas no varejo foram 3,6% maior do que em junho do ano passado. Economistas esperavam uma ligeira queda nas vendas na base mensal, de acordo com uma pesquisa do Wall Street Journal na semana passada. As vendas trimestrais até o final de junho foram 4,5% maiores em relação ao mesmo período do ano passado, crescimento trimestral mais forte desde o último trimestre de 2004.

Em Londres, a maioria das mineradoras avançam. BHP Billiton sobe 0,27% e Rio Tinto avança 0,32%.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
12h00 - Flash Manufacturing PMI (estimativa referente ao nível de atividade industrial nos Estados Unidos);
11h00 - New Home Sales (número de casas novas com compromisso de venda).


ÍNDICES MUNDIAIS (7h00)

ÁSIA
Nikkei: -0,29%
Austrália: +0,20%
Hong Kong: +0,71%
Xangai Composite: +1,28%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 +0,39%
London - FTSE: +0,04%
Paris CAC 40: +0,64%
Madrid IBEX: +1,49%
FTSE MIB: +1,30%

COMMODITIES
BRENT: -0,42%
WTI: -0,50%
OURO: -0,35%
COBRE: +1,12%
NIQUEL: +0,75%
SOJA: +1,26%
ALGODÃO: -0,76%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,15%
SP500: +0,12%
NASDAQ: +0,27%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: 3M, Airgas, Alamos Gold, Alaska Air, American Airlines, Bristol-Myers, Brunswick, Caterpillar , Celgene, Choice Hotels, Coca-Cola Ent, Dr Pepper Snapple, Dupont Fabros Tech, Eli Lilly , Ford Motor, General Motors, Hershey Foods, IMAX, Jetblue Airways, Marriot Vacations, NASDAQ, Noble, Altera, Amazon.com, Baidu.com, Dolby Labs, FICO, First Financial. Flextronics, Ingram Micro, NETGEAR, Starbucks, VeriSign, Visa, Weingarten Realty

BRASIL: Cia Hering, Usiminas

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 23 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUARTA-FEIRA 23/07/2014

ÁSIA: A maioria das principais bolsas asiáticas avançou nesta quarta-feira, seguindo as altas nos EUA e Europa, após rebeldes pró Rússia começarem a colaborar na Ucrânia.

Stocks em Hong Kong registraram um novo recorde de fechamento para este ano. O Hang Seng Index subiu 0,80%, para 23,971.87, somando-se a uma alta de 1,7% no dia anterior, puxadas por bancos e empresas imobiliárias.  Mais de 20 cidades chinesas aboliram ou atenuaram restrições sobre compras de propriedade e hipotecas, de acordo com relatórios de mídia na China. No  continente, o Shanghai Composite Index subiu 0,14%, após avanço de 1% na terça-feira.

No Japão, as ações japonesas caíram em consequência de uma moeda mais forte. O Nikkei recuou 0,10%, enquanto o iene fechou em ¥ 101,35 por dólar,  ante ¥ 101,47 na sessão anterior. O índice mais amplo Topix terminou 0,07% menor.

Em outros lugares, S & P / ASX 200 de Sydney subiu 0,60%, enquanto Kospi Composite Index de Seul recuou 0,03%.

EUROPA: As bolsas europeias sobem pelo segundo dia consecutivo, com o Stoxx Europe 600 avançando 0,25%. Entre os mercados nacionais, índice CAC 40 da França, DAX 30 da Alemanha, MICEX da Rússia e FTSE 100 do Reino Unido avançam.

O Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra votou por unanimidade na manutenção das taxas de juros em uma baixa recorde de 0,5% e de seu programa de facilitação quantitativa em 375 bilhões de libras (640.000 milhões dólares), de acordo com a ata da reunião de julho. Depois de uma série recente de dados econômicos sólidos no Reino Unido, vários economistas tem especulado sobre quando o banco central vai fazer seu primeiro aumento da taxa e vários especialistas acham que o BOE irá aumentar as taxas em novembro.

As ações da BHP Billiton sobem  0,90%  em Londres, após a mineradora postar uma produção de minério de ferro de 225 milhões de toneladas até junho, ou um aumento de 20% ante ano anterior. BHP já havia elevado suas expectativas para a produção de minério de ferro para 217 milhões de toneladas para o ano em abril. Entre outras mineradoras, Rio Tinto sobe 0,78% e Anglo American avança 0.49%.

O banco central da Espanha, quarta maior economia da zona do euro, elevou sua previsão de crescimento em 2014, após sair de uma recessão de dois anos no segundo semestre do ano passado e desde então tem tido um dos mais fortes desempenho entre as economias da zona do euro, impulsionado por uma recuperação gradual do consumo interno. O PIB cresceu 0,5% no segundo trimestre em relação ao primeiro, ante crescimento de 0,4% registrado no primeiro trimestre e em uma base anual, a economia cresceu 1,1% no segundo trimestre em comparação com o período do ano anterior. O BC prevê que a economia espanhola crescerá 1,3% em 2014 e 2% em 2015, ligeiramente acima das projeções anteriores de 1,2% e 1,7%, respectivamente.

AGENDA:
EUA:
11h30 - Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados Unidos);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h00)

ÁSIA
Nikkei: -0,10%
Austrália: +0,60%
Hong Kong: +0,80%
Xangai Composite: +0,14%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 +0,50%
London - FTSE: +0,23%
Paris CAC 40: +0,37%
Madrid IBEX: +0,18%
FTSE MIB: +0,13%

COMMODITIES
BRENT: +0,54%
WTI: +0,41%
OURO: +0,04%
COBRE: -0,30%
NIQUEL: -0,42%
SOJA: +0,61%
ALGODÃO: +0,12%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,15%
SP500: +0,15%
NASDAQ: +0,16%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: ABB, Air Product, Amphenol, BE Aerospace, Biogen, Boeing, Delta Air Lines, Dow Chemical, EMC , First Commonwealth, Freeport-McMoRan, General Dynamics, Lithia Motors, Norfolk Southern, O2Micro, Omnicare, PepsiCo, Potlatc, Praxair, Rollins, STMicroelectronics, Thermo Fisher, Tupperware, Whirlpool, Assurant, AT&T, Cirrus Logic, Citrix Systems, Clearwater Paper, Equifax, Everest Re, F5 Networks, Facebook, IberiaBank, Illumina, Qualcomm, TripAdvisor, Weatherford

BRASIL: Fibria, Natura, Pão de Açúcar, Weg

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 22 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - TERÇA-FEIRA 22/07/2014

ÁSIA: As bolsas asiáticas avançaram nesta terça-feira, apesar do recuo dos mercados norte-americanos em meio à tensões geopolíticas na Ucrânia e no Oriente Médio e com a possibilidade de sanções mais duras sobre a Rússia.

O índice referencial Hang Seng de Hong Kong avançou 1,69%, para 23,782.11, ajudado por fortes balanços de lucros, quebrando uma sequência de três dias consecutivos de queda. O índice também marcou seu maior ganho diário em mais de dois meses.

China Petroleum & Chemical ou Sinopec subiu 3,6%, após a gigante de petróleo e gás registrar um aumento de 8% em sua produção de petróleo e gás para o primeiro semestre este ano. PetroChina, maior produtora de petróleo do país, saltou 3,2% e a produtora de petróleo e gás Cnooc subiu 1,93%.

A pesopesada China Mobile sobe 2,08%, após dados mostram que a base de clientes de serviços 4G da maior operadora móvel do mundo rompeu a marca de 10 milhões de assinantes. Rivais menores  como China Telecom e China Unicom de Hong Kong adicionaram 2,2% e 1,1%, respectivamente.

Ao longo do continente, o Shanghai Composite Index terminou 1,02% maior.

Enquanto isso, as ações do Japão se recuperou de uma semana de baixa após retomada das negociações após um feriado. O Nikkei acabou 0,84% maior, com o iene recuando em relação ao dólar, em ¥ 101,53, ante ¥ 101,40 do dia anterior. O índice Topix fechou em alta de 0,79%

Em outros lugares, a S & P / ASX 200 de Sydney avançou 0,06% e Kospi Composite Index de Seul subiu 0,52%.

EUROPA:  As ações europeias sobem ajudados pelos primeiros sinais de cooperação de separatistas pró-russos da Ucrânia.

O índice pan europeu Stoxx Europe 600 sobe 0,92%, apagando a perda de 0,5% de segunda-feira. Destaque para as ações do Credit Suisse, que recuam 1,50%, depois que o banco com sede em Zurique postaram perdas maiores do que o esperado no segundo trimestre, decorrente de um acordo com o judiciário dos EUA  há dois meses.

O índice de Blue-chips MICEX da Rússia sobe1,81%, em busca de seu primeiro ganho em sete sessões, liderada por um avanço de 3,1% para a estatal Aeroflot e um aumento de 2,2% para VTB Bank. O MICEX deslizou 2,7% na segunda-feira.

Ontem, o Primeiro-ministro britânico, David Cameron, pediu aos líderes europeus a imposição de sanções contra as indústrias de petróleo, bancos e empresas de defesa da Rússia se o governo continua fornecendo armas e outro tipo de apoio para os rebeldes pró-russos na Ucrânia, segundo informações da imprensa.

Separatistas russos têm sido responsabilizados por derrubar o avião de passageiros da Malaysia Airlines, na semana passada, que matou todos os 298 passageiros e tripulantes.

Líderes da União Europeia se reunirão mais tarde para discutir possíveis imposições de sanções contra a Rússia, em Bruxelas.

Entre os índices de cada país,  o CAC 40, DAX 30 da Alemanha e o FTSE 100 do Reino Unido avançam.

Em Londres, as principais mineradoras avançam. BHP Billiton sobe 1,81% e Rio Tinto 1,35%.

AGENDA:
EUA:
9h30 - CPI (Consumer Price Index) (índice de preços ao consumidor considerando uma cesta fixa de bens e serviços) e o Core CPI (mede os preços ao consumidor, considerando a mesma cesta com exceção dos custos relativos à alimentação e energia);
10h00 - S&P/CS Composite-20 HPI (examina as mudanças no valor (preço de venda) do mercado imobiliário em 20 regiões nos EUA no ano anterior. Este relatório ajuda a analisar a força do mercado imobiliário dos EUA, o que contribui para a análise da economia como um todo);
11h00 - Richmond Manufacturing Index (consiste numa pesquisa com cerca de 100 fabricantes, determinando a saúde econômica do setor manufatureiro no distrito de Richmond. Qualquer leitura acima de 0 indica melhoria das condições do setor, enquanto uma leitura abaixo de 0 indica agravamento das condições);
11h00 - Existing Home Sales (mede as vendas de casas usadas no país).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h20)

ÁSIA
Nikkei: +0,84%
Austrália: +0,06%
Hong Kong: +1,69%
Xangai Composite: +1,02%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 +0,85%
London - FTSE: +0,85%
Paris CAC 40: +0,84%
Madrid IBEX: +1,00%
FTSE MIB: +1,25%

COMMODITIES
BRENT: +0,53%
WTI: +0,35%
OURO: -0,44%
COBRE: +0,38%
NIQUEL: +1,20%
SOJA: +0,40%
ALGODÃO: +1,17%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,29%
SP500: +0,27%
NASDAQ: +0,33%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: CIT Group, Coca-Cola, Comcast, Credit Suisse, CTG, Del Frisco's Restaurant, Domino's Pizza, DuPont, Gannett, Harley-Davidson, Hubbell, Ingersoll-Rand, Kimberly-Clark, Lexmark, Lockheed Martin, McDonald's, Mead Johnson Nutrition, MoSys, Mueller Industries, Neogen, Omnicom, PacWest Bancorp, Peabody Energy, Polaris, Prologis, Rockwell Collins, Signature Bank, Silicom Limited, Sonic Automotive, State Street, Synovus , TravelCenters of America, Travelers, United Tech, Verizon, Waters, Apple, Broadcom, Cathay Bancorp, Covanta, Cubist Pharma, Discover Financial Services, Eagle Materials, Electronic Arts, Exponent, First Midwest Banc, Flagstar Bancorp, FMC Tech, Hertz Global, IRobot, Microsoft, Nabors Industries, Quidel, Southwest Bancorp, Total System, Trustmark, Unisys, Vascular Solutions , VMware, Xilinx, Xoom, Zix Corp

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 21 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEGUNDA-FEIRA 21/07/2014

ÁSIA:  Apesar de uma recuperação em Wall Street na sexta-feira, ações na Ásia terminaram sem direção nesta segunda-feira, com os investidores cautelosos em meio à preocupações geopolíticas em curso na Ucrânia e no Oriente Médio.

Na Austrália, as ações avançaram, após alta em Wall Street no final da semana e  superar as adversidades dos preços das commodities. O S & P / ASX 200 subiu 0,15%, puxadas por bancos e empresas de energia, no entanto, uma queda na maioria dos futuros de metais durante a noite, derrubou as mineradoras. BHP Billiton recuou 0,44%, Rio Tinto caiu 0,92%.

Na China, o índice Hang Seng de Hang Seng  caiu 0,29%, marcando o terceiro dia consecutivo de perdas, enquanto o Shanghai Composite Index deslizou 0,22%. As montadoras sofreram perdas generalizadas, assim como a maioria das ações de tecnologia, mas casinos registraram ganhos setoriais.

Em outros mercados, o TAIEXX de Taiwan subiu 0,43% e KOSPI de Seul recuou 0,05%.

No Japão, os mercados de ações ficaram fechados por conta do feriado do Dia da Marinha, enquanto o iene recuou 0.05% em relação ao dólar, a ¥ 101,284, em comparação com ¥ 101,355 na sessão anterior.

EUROPA:  As bolsas europeias recuam  pelo terceiro dia de perdas, com as tensões geopolíticas entre a Rússia e a Ucrânia pesando sobre o sentimento do investidor, que estão cautelosos depois que líderes da Europa pediram mais sanções contra a Rússia, dizendo que Moscou não tem feito o suficiente para resolver o conflito com Kiev.

O Stoxx Europe 600 cai 0,42% e as ações da Rússia caem pelo sexto dia consecutivo, após o acidente com o jato de passageiros na semana passada. Ninguém assumiu a responsabilidade pelo incidente. O índice MICEX desliza 1,48%, a caminho do menor fechamento desde maio e o índice RTS cai 1,54%. O rublo se fortalece 0,2% contra o dólar, a 35,106 rublos por dólar, segundo a FactSet.

As ações do Banco Espírito Santo caem 1,67%, após solicitação de proteção contra credores na sexta-feira por sua controladora, o conglomerado Português Espírito Santo International. O PSI 20 de Portugal sobe 0,09%.

Entre outros mercados nacionais, os índices FTSE 100 do Reino Unido,  CAC 40 da França e DAX 30 da Alemanha recuam.

Em Londres, mineradoras avançam sem direção. Anglo American e Vedanta Resources sobem 0,55% cada, enquanto as gigantes BHP Billiton e Rio Tinto recuam 0,15% e 0,12% respectivamente.

AGENDA:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

ÍNDICES MUNDIAIS (7h20)

ÁSIA
Nikkei: ---
Austrália: +0,15%
Hong Kong: -0,29%
Xangai Composite: -0,22%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 -0,66%
London - FTSE: -0,28%
Paris CAC 40: -0,28%
Madrid IBEX: -0,32%
FTSE MIB: -0,97%

COMMODITIES
BRENT: +0,03%
WTI: +0,29%
OURO: +0,36%
COBRE: -0,09%
NIQUEL: -0,64%
SOJA: -0,80%
ALGODÃO: -0,35%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,18%
SP500: -0,21%
NASDAQ: -0,10%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Allergan, BB&T, Genuine Parts, Halliburton, Hasbro, Lennox Intl, Manpower, Philips Electronics, Six Flag, SunTrust Banks, TravelCenters of America, BancorpSouth, Brown & Brown, Cadence Design, Chipotle Mexican Grill, Crocs, Gulfmark Offshore, Healthstream, Helix Energy, Netflix, PLX Tech, Rambus, Rent-A-Center, Steel Dynamics, Texas Instruments, Wilshire Bancorp, Woodward, Zions Bancorp

BRASIL: Localiza

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 18 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEXTA-FEIRA 18/07/2014

ÁSIA: As pesadas perdas na Europa e EUA, desencadeadas pelo acidente da Malaysia Airlines perto da fronteira entre a Ucrânia e a Rússia,  contaminaram as bolsas asiáticas.

As ações japonesas postaram a maior queda em três semanas. O Nikkei recuou 1,01% registrando o terceiro dia de queda. O iene enfraqueceu frente ao dolar, fechando em ¥ 101,41, ante ¥ 101,21 da quinta-feira.

Hang Seng de Hong Kong caiu 0,28%, marcando o maior recuo em mais de uma semana, puxadas por companhias aéreas da China, além de bancos e tecnologia, entre os que mais registraram perdas. Setor imobiliário, na contramão, subiu. Na parte continental da China, o Shanghai Composite Index escapou do peso da fraqueza regional e subiu  0,17%.

O preço médio de casas novas em 70 cidades chinesas caíram 0,47% em junho, em comparação a uma queda de 0.15% em maio, estendendo as quedas pelo segundo mês consecutivo, com empresas imobiliárias intensificando descontos para atrair os compradores em meio à crise de mercado. Numa base anual, o preço médio em junho subiu 4,05%, em comparação com 5,35% em maio. O mercado imobiliário é um importante motor do crescimento na China, representando mais de 20% de sua economia, incluindo cimento, aço, móveis e outras indústrias relacionadas.

Em outros mercados asiáticos, Kospi Composite Index da Coréia do Sul recuou 0,07% e Taiex de Taiwan perdeu 0,08%.  S & P / ASX 200 de Sydney e Shanghai Composite Index subiram 0,17% cada

As ações da Malásia Airlines System fechou 8,89% menor, depois de despencar 18% durante o pregão, após um de seus aviões de passageiros ser abatido na fronteira entre Ucrânia e Rússia. Segundo a Reuters, as ações da companhia já havia caído cerca de 83% frente a um período de cinco anos antes da derrubada do vôo MH17 na quinta-feira. O FTSE Bursa Malaysia KLCI caiu 0,51%.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em baixa impulsionado por preocupações geopolíticas depois que um avião da Malaysia Airlines foi abatido sobre a Ucrânia e Israel enviar tropas terrestres para a Faixa de Gaza visando combater militantes do Hamas.

O índice Stoxx Europe 600  recua 0.44%, após um declínio de 0,9% na quinta-feira.

Índice russo MICEX desliza 1,35%, a caminho do quinto dia consecutivo no vermelho. As perdas vieram depois que um avião de passageiros que seguia de Amsterdam para Kuala Lumpur foi abatido sobre a Ucrânia oriental por um míssil na quinta-feira à tarde, matando todas as pessoas a bordo. Tanto a Ucrânia e a Rússia negam a responsabilidade.

A maioria das companhias aéreas recuam. Air France-KLM cai 1,08%, Deutsche Lufthansa perde 0,49%  e EasyJet do Reino Unido recua 0,9%, puxando os índices CAC 40 da França, DAX 30 da Alemanha e o FTSE 100 do Reino Unido.

Entre as mineradoras de Londres, BHP Billiton recua 0.65% e Rio Tinto perde 1,42%.

AGENDA:
EUA:
11h55 - Prelim UoM Consumer Sentiment (mede a confiança dos consumidores na economia norte-americana);
11h55: Prelim UoM Inflation Expectations (mede a porcentagem que os consumidores esperam do preço dos bens e serviços nos próximos 12 meses);
11h00 - CB Leading Index (ou Índice de Indicadores Antecedentes, relatório que compreende 10 índices já divulgados no país e que resumem a situação da economia americana e servem como prévia para o desempenho da economia);

ÍNDICES MUNDIAIS (8h30)

ÁSIA
Nikkei: -1,01%
Austrália: +0,17%
Hong Kong: -0,28%
Xangai Composite: +0,17%

EUROPA
Frankfurt DAX 30 -0,53%
London - FTSE: -0,43%
Paris CAC 40: -0,03%
Madrid IBEX: -0,52%
FTSE MIB: +0,02%

COMMODITIES
BRENT: -0,24%
WTI: -0,34%
OURO: -0,62%
COBRE: -0,67%
NIQUEL: -3,27%
SOJA: +0,36%
ALGODÃO: -0,16%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,06%
SP500: +0,21%
NASDAQ: +0,29%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Autoliv, BNY Mellon, First Horizon, General Electric, Honeywell, Huntington Banc, Interpublic, Johnson Controls, KC Southern, Knoll, Laboratory Corp, LM Ericsson, V.F. Corp, Badger Meter

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 17 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUINTA-FEIRA 17/07/2014

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam sem direção durante a noite, após uma forte sessão nos EUA, onde o DJIA 0,45% registrou novo recorde.

O S & P ASX 200 subiu 0,06%, ficando ligeiramente acima do seu topo de abril de 5,554.5 e as mineradoras adicionaram ganhos em relação a sessão anterior, após resultado de produções saudáveis ​​e dados de crescimento da China melhor do que o esperado para o segundo trimestre. Fortescue Metals adicionou 1,75% e Rio Tinto avançou 1,27%.

O Índice Composto de Shanghai caiu 0,57%, com os investidores vendendo blue chips e migrando para ações bastante desvalorizadas e em Hong Kong, o Hang Seng Index terminou praticamente estável em 23,520.87. Investidores também se preocupam com a vinda de um Tufão para o país.

Em outros lugares da Ásia, Kospi da Coréia do Sul ganhou 0,37% e o Nikkei do Japão recuou 0,06%, enquanto o iene, considerado um porto seguro em tempos de instabilidade financeira, subiu contra as principais moedas no comércio asiático desta quinta-feira, atingindo maior alta em cinco meses e meio em relação ao euro, após sanções dos EUA e União Europeia à Rússia.  A moeda comum perdeu força nas últimas sessões após uma leitura fraca do indicador econômico do ZEW da Alemanha na terça-feira, a sétima queda mensal consecutiva e em meio a preocupações latentes sobre a saúde do sistema financeiro da zona do euro, dado problemas recentes em um banco Português.

EUROPA: As bolsas europeias recuam, depois que os EUA e a União Europeia anunciaram uma novas sanções contra a Rússia, trazendo tensões à região.

A leitura final da inflação da zona do euro para junho subiu 0,5% no mês passado.

O Stoxx Europe 600 cai 0,41%, depois de postar o maior ganho diário percentual desde abril na quarta-feira.

Entre destaques ​​no índice pan-europeu, as ações da Sandvik recua 3,30% depois que o grupo de engenharia sueca registrou queda no lucro do segundo trimestre e contrariando a tendência negativa, as ações da SAP sobe 3,24% depois que a empresa de software alemã elevou sua previsão de receita de serviços de "clouds" para o ano.

Ações do Banco Espírito Santo recuam 7,69% após a Standard & Poor rebaixar o rating do credor de B+ para B- e disse que manteve a avaliação de longo prazo sob observação negativa. As ações do BES subiram 20% na quarta-feira após os comentários de que os acionistas estavam prontos para participar de um aumento de capital em meio a problemas financeiros na empresa Espirito Santo International.

Entre os índices específicos, o índice MICEX da Rússia cai 1,8% após a Casa Branca ampliar as sanções contra a Rússia, restringindo o acesso ao mercado da dívida americana para alguns bancos russos, empresas de energia e empresas de defesa e a UE disse que irá anunciar sanções detalhadas até o final de julho. A empresa estatal de petróleo Rosneft, que recentemente firmou parceria com a Petrobras e HRT por aqui, estava entre as empresas sancionadas, derrubando suas ações em 4,6% no comércio de quinta-feira.

Índices DAX 30 da Alemanha,  CAC 40 da França e FTSE 100 do Reino Unido recuam.

Em Londres, as principais mineradoras recuam. BHP Billiton cai 0,91%  e Rio Tinto cai 0.48%.

EUA: Contratos futuros de ações dos EUA apontam para uma abertura em queda, à frente de resultados trimestrais do Morgan Stanley, que deve relatar um declínio na receita nas negociação de renda fixa, moedas e commodities por conta do baixo volume e volatilidade durante o trimestre e uma atualização semanal do mercado de trabalho.

James Bullard, presidente do Fed de St. Louis e membro não votante do FOMC, falará em Kentucky sobre a política monetária. Bullard disse em uma entrevista à Bloomberg na semana passada que um declínio continuado da taxa de desemprego dos EUA poderia elevar a inflação acima da meta de 2% do Fed até o final de 2015.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Housing Starts (índice mensal de construção de novas casas nos Estados Unidos) e Building Permits (índice mensal de permissão para novas construções nos Estados Unidos);
9h30 - Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
11h00 - Philly Fed Manufacturing Index (indicador responsável por mensurar a atividade industrial no estado).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h50)

ÁSIA
Nikkei: -0,06%
Austrália: +0,06%
Hong Kong: -0,01%
Xangai Composite: -0,57%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -0,95%
London - FTSE: -0,71%
Paris CAC 40: -1,05%
Madrid IBEX: -1,25%
FTSE MIB: -1,38%

COMMODITIES
BRENT: +0,65%
WTI: +1,50%
OURO: +0,43%
COBRE: -0,14%
NIQUEL: -0,13%
SOJA: -0,38%
ALGODÃO: +0,06%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,38%
SP500: -0,61%
NASDAQ: -0,61%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Alliance Data, AutoNation, Baker Hughes, Baxter, Blackstone, Canadian Pacific, Colfax, Cypress Semi, Danaher, Dover, Fairchild Semi, Fifth Third, First Cash, Home Bancshares, Home Loan Servicing, InSteel Industries, ITT Educational, KeyCorp, M&T Bank, Mattel, MB Financial, Morgan Stanley, NeoGenomics, NetScout Systems, Novartis, Orbital Sciences, Philip Morris International, Pool, PPG Industries, PrivateBancorp, Sandy Spring Banc, SAP, Sherwin-Williams, Snap-On, Sonoco Products, Syntel, Travelzoo, Ultratech, UnitedHealth, W.W. Grainger, Watsco, Webster Financial, WNS, Advanced Micro, Assoc Banc-Corp, AthenaHealth, B&G Foods, Capital One, Celanese, Cepheid, CoBiz, Cytec, EastGroup, Elec For Imaging, First Financial, Glimcher Realty, Google, Hub Group, IBM, Matthews, People's United Financial, Premiere Global, Resources Connect, Schlumberger, Seagate Tech, Skyworks, Stryker, Taylor Capital, Valmont, Western Alliance Bancorp

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 16 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUARTA-FEIRA 16/07/2014

ÁSIA: As ações em Hong Kong subiram na quarta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, fechando em seu nível mais alto em uma semana, após melhora da economia da China no segundo trimestre.

Dados oficiais mostram que a economia da China expandiu 7,5% no segundo trimestre, acima dos 7,4% no período janeiro a março e da previsão dos economistas do The Wall Street Journal e em linha com a meta do governo de um crescimento de "cerca de 7,5%" em 2014, refletindo uma série de medidas de "mini-estímulo" anunciadas pelo governo no início do trimestre.

O índice Hang Seng avançou 0,27% e no continente, os stocks de Xangai acabaram com uma sequência de três dias de alta, com o índice Shanghai Composite recuando 0,15%. Dados econômicos chineses para junho, muitos acima das previsões, não conseguiram levantar os mercados em face de um relatório mostrando queda no setor de habitação.

No Japão, o  Nikkei deslizou 0,10%, com o iene estabilizado frente ao dólar, fechando a compra em ¥ 101,684, ante  ¥ 101,686 na sessão anterior. O índice Topix recuou 0,01%.

Enquanto isso, o S & P / ASX 200 de Sydney subiu 0,14% e Kospi de Seul avançou 0,04%.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em alta, com bancos e empresas de recursos na liderança, após dados de crescimento econômico da China superar as expectativas, sugerindo que sua economia chegou ao fundo do poço.

O superávit da zona do euro subiu 15,4 bilhões de euros (20,9 bilhões dólares), ante EUR14.6 bilhões em maio de 2013, no entanto, os números mostraram também que o comércio com a Rússia continuou a declinar acentuadamente após anexação pelo Kremlin, da península de Crimeia em março. As exportações cresceram 0,6% em relação a abril, enquanto as importações aumentaram 0,5%, o primeiro aumento desde Fevereiro.

O Stoxx Europe 600 ganha 1,01%, recuperando-se de uma perda de 0,4% na terça-feira. Na Alemanha, o índice DAX 30 opera em alta.

As ações da mineradora Rio Tinto do Reino Unido sobem 1,79%, após anunciar que produziu volumes recordes de minério de ferro em seu primeiro semestre fiscal. Outras mineradoras também estavam em alta, depois que a China registrou crescimento de 7,5% no segundo trimestre. Anglo American sobe 1,29% e BHP Billiton avança 1,05%. Índice FTSE 100 do Reino Unido segue sendo negociado em alta.  Bancos também avançam. Barclays sobe 2,07% e HSBC Holdings adiciona  1,11%.

O desemprego no Reino Unido ficou em 6,5% em maio, ante 6,6% em abril, mas o crescimento salarial permaneceu excepcionalmente fraco, subindo 0,3%, ritmo mais lento desde que os registros ​​começaram em 2001, aliviando a pressão sobre o Banco de Inglaterra para aumentar as taxas de juros. O Presidente do BoE, Mark Carney, já sinalizou que deseja ver um crescimento mais forte dos rendimentos dos britânicos antes de aumentar as taxas de juros, que estão fixados perto de zero desde março de 2009, no início do próximo ano, mas fraqueza salarial pode atrasar política de aperto até que eles estejam confiantes de que os britânicos possam pagar custos de financiamento mais elevados.

As ações da gigante do petróleo francesa Total sobe 1,98%, com a recuperação dos preços dos futuros de petróleo bruto, puxando o índice CAC 40 da França.

A empresa de investimentos Rioforte não quitou o empréstimo de 847 milhões de euros tomado junto à Portugal Telecom, vencido nesta terça-feira, 15. Apesar disso, a empresa do Grupo Espírito Santo (GES) ainda não pode ser considerada "default", pois segundo a SIC, a venda dos papéis da Rioforte para a PT prevê em contrato que o descumprimento do pagamento só gera situação de default após 30 dias. Apesar disso, aumenta a pressão sobre o GES para solicitar recuperação judicial, pois uma de suas subsidiárias já estaria com dívidas pendentes que completam um mês sem pagamento na próxima sexta-feira. O PSI 20 de Portugal sobe.

As ações do Banco Espírito Santo recuperam 17,63% em Portugal, quebrando uma sequência de sete dias de queda e as da Portugal Telecom adicionam 6,5%.

EUA: Wall Street aponta uma abertura em alta dos futuros de ações, antes de balanços de empresas como Bank of America, que deve reportar queda dos lucros e vendas no segundo trimestre e mais depoimentos da Presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, além de uma agenda econômica importante como o  Livro Bege.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Producer Price Index - PPI (mede o preço cobrado pelos produtores) e também o Core PPI (exceção aos preços de alimentação);
10h00 - TIC Long-Term Purchases (mede o nível de investimento estrangeiro e nacional nos EUA);
10h15 - Industrial Production (produção industrial) e pelo Capacity Utilization Rate (capacidade utilizada);
11h00 - Testemunho da Presidente do FED Janet Yellen;
11h00 - NAHB Housing Market Index (venda de imóveis e a expectativa para novas construções no mercado imobiliário americano);
11h30 - Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados Unidos);
13h00 - Discurso do Membro FOMC e Presidente do FED de Dallas, Richard Fisher;
15h00 - Beige Book (Livro Bege do Federal Reserve - relatório sobre o desempenho atual da economia do país);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h20)

ÁSIA
Nikkei: -0,10%
Austrália: +0,14%
Hong Kong: +0,27%
Xangai Composite: -0,15%

EUROPA
Frankfurt - Dax: +1,17%
London - FTSE: +0,93%
Paris CAC 40: +1,41%
Madrid IBEX: +1,21%
FTSE MIB: +1,62%

COMMODITIES
BRENT: +0,41%
WTI: +0,52%
OURO: +0,26%
COBRE: +0,01%
NIQUEL: +0,23%
SOJA: -4,12%
ALGODÃO: 0,00%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,32%
SP500: +0,30%
NASDAQ: +0,47%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Abbott Labs, ADTRAN, ASML, Bank of America, BlackRock, Charles Schwab, First Republic Bank, iGATE, MGIC Investment, Northern Trust, PNC , St. Jude Medical, Textron, U.S. Bancorp, Advanced Emissions Solutions, Blackhawk Network, Cohen & Steers, East West Banc, eBay, El Paso Pipeline Partners, HNI, Kinder Morgan, Kinder Morgan Partners, Las Vegas Sands, NQ Mobile, Platinum Underwriters, Plexus, RLI Corp, SanDisk, Select Comfort, United Rentals, Universal Forest, YUM! Brands

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 15 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - TERÇA-FEIRA 15/07/2014

ÁSIA: A bolsas asiáticas avançaram nesta terça-feira, após nova alta em Wall Street.

As ações japonesas fecharam nesta terça-feira em seu nível mais alto em mais de semana.  O Nikkei subiu 0,64%, pelo segundo dia consecutivo, enquanto o iene pouco se alterou, fechando em  ¥ 101,528, ante ¥ 101,565 na sessão anterior. O índice Topix fechou 0,65% maior.  O Banco do Japão manteve a sua política em sua reunião de dois dias, mas reduziu sua previsão de crescimento para a economia do Japão para 1% no exercício em curso que termina em março, em comparação com a estimativa anterior de um ganho de 1,1%.

Em outros mercados asiáticos, Hang Seng Index de Hong Kong terminou 0,49% maior, marcando o seu maior nível em uma semana.  As três operadoras de telefonia móvel estenderam o rali de ontem. No continente, o Shanghai Composite Index subiu 0,18%, Kospi Composite Index da Coréia do Sul subiu 0,95%, liderando os ganhos regionais com um avanço de 0,9%, enquanto S & P / ASX 200  da Austrália fechou estável.

EUROPA: As bolsas europeias recuam, devolvendo parte dos ganhos do dia anterior, com os investidores analisando números das duas das maiores economias da região.

A inflação no Reino Unido acelerou em junho subiu para 1,9% em junho, ante 1,5% em maio,  maior do que os analistas esperavam, impulsionado por preços mais altos para comida, bebida, roupas e passagens aéreas. Os preços das casas continuam a sua escalada ascendente, subindo 10,5% em relação à maio, impulsionado pela alta recorde de 20,1% em Londres. A alta da taxa anual de inflação próxima ao alvo de 2% do Banco da Inglaterra, aumentando a expectativa de um aumento das taxas de juros, apesar do BOE alegar que quer ver o desemprego cair mais antes de elevar as taxas de juros.

O sentimento econômico na Alemanha caiu para 27,1 pontos, ante 29,8 em junho, pelo sétimo mês consecutivo, enquanto a avaliação da situação atual do país inesperadamente caiu para 61,8 pontos, ante 67,7. As vendas no varejo, a produção industrial, bem como novos pedidos diminuíram. Os fracos dados vem depois de uma série de notícias decepcionantes da zona do euro, aumentando a preocupação de que o crescimento da maior economia da Europa e da união monetária está estagnando.

O Stoxx Europe 600 recua 0,21%, a caminho de quebrar uma série de dois dias de alta. Dentre os índices específicos de cada país, índice DAX 30 da Alemanha, CAC 40 da França e FTSE 100 do Reino Unido recuam.

Em Londres, as mineradoras avançam. Anglo American sobe 1,00%, Antofagasta adiciona 0,49% e as gigantes BHP Billiton e Rio Tinto avançam 1,03% e 0,43% respectivamente.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Retail Sales (mede as vendas totais do mercado varejista, desconsiderando o setor de serviços) e o Core Retail Sales (exclui as vendas de automóveis e gás);
9h30 - NY Empire State Manufacturing Index (mede a atividade manufatureira no estado de Nova York);
9h30 - Import Prices (preços de bens importados, excluindo petróleo);
11h00 - Testemunho da Presidente do FED Janet Yellen no Congresso dos EUA;
11h00 - Business Inventories (relatório sobre as vendas e os estoques do setor atacadista);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h20)

ÁSIA
Nikkei: +0,64%
Austrália: 0,00%
Hong Kong: +0,49%
Xangai Composite: +0,18%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -0,44%
London - FTSE: -0,14%
Paris CAC 40: -0,43%
Madrid IBEX: -1,28%
FTSE MIB: -1,20%

COMMODITIES
BRENT: +0,24%
WTI: -0,57%
OURO: +0,35%
COBRE: -0,32%
NIQUEL: -0,71%
SOJA: -0,78%
ALGODÃO: -0,52%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,06%
SP500: -0,13%
NASDAQ: -0,02%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Comerica, Commerce Bancshares, Goldman Sachs, JB Hunt Trans, Johnson & Johnson, JPMorgan Chase, MB Financial, Omnicom, TravelCenters of America, Wolverine, Westamerica Banc, AAR Corp, Cintas, CSX, Intel, Interactive Brokers, Marten Transport, Pinnacle Finl, Renasant, Vital Therapies, Yahoo!

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 14 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEGUNDA-FEIRA 14/07/2014

ÁSIA: As bolsas de valores da Ásia subiram nesta segunda-feira, com investidores de olho nos bancos da zona do euro, nos balanços de empresas americanas e uma série de eventos econômicos globais, incluindo depoimento do chefe do FED, Janet Yellen, no Congresso dos EUA nesta semana. Todos querem saber acima de tudo, até quando as taxas americanas ficarão próximo de zero, uma vez que o banco central termina o seu programa de compra de ativos em breve.

Nikkei do Japão saltou 0,88%, depois de várias sessões de perdas, puxada por empresas de tecnologia e fabricantes de automóveis, enquanto o iene enfraqueceu em relação ao dólar, sendo negociado a ¥ 101,503, ante ¥ 101,315 na sessão anterior. O índice Topix acabou 0,82 maior%.

Em Hong Kong, o Hang Seng Index avançou 0,49%, puxada por um rali em ações de telecomunicações chinesas. As três maiores operadoras de telefonia móvel da China concordaram em formar uma joint-venture para construir, manter e operar as suas torres de telecomunicações em toda a China. China Mobile, a maior operadora do país, terá uma participação de 40% na nova empresa, enquanto os rivais menores China Unicom e China Telecom irão controlar 30,1% e 29,9% das ações separadamente.

No continente, o Shanghai Composite Index terminou 0,96% superior, a maior alta em mais de um mês.

Em outros mercados asiáticos, a S & P / ASX 200 de Sydney subiu 0,45% e Kospi de Seul subiu 0,26%.

EUROPA:  As bolsas europeias sobem pelo segundo dia consecutivo, com receios dos investidores sobre a solidez dos bancos portugueses diminuindo e aguardando os próximos dados econômicos e resultados corporativos.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,67%, depois de postar sua maior perda percentual semanal desde março na sexta-feira.

A fraqueza do conglomerado Português Espírito Santo International na semana passada se deu pelo não pagamento de uma dívida, provocando temores no setor financeiro lusitano e estimulando temores sobre o resto do império Espirito Santo. Hoje, após oscilação inicial, ações do Banco Espírito Santo recua 6,65% depois que o banco nomeou Vítor Bento, economista muito respeitado, como seu novo presidente-executivo, num esforço para restaurar a confiança do conglomerado. PSI 20 de Portugal sobe assim como os títulos do governo Português.

Em outros países, CAC 40 da França, DAX 30 da Alemanha e FTSE 100 do Reino Unido avançam.

As ações da Airbus Group sobem 1,36% em Paris, após a fabricante de aviões anunciar uma grande atualização de seu jato A330 e em Bruxelas, RTL Group cai 0,92% após o Credit Suisse rebaixar a emissora de outperform para neutro.

A produção industrial da zona do euro em maio caiu 1,1% ante abril, marcando a maior queda mensal desde setembro de 2012 e destacando que a recuperação econômica da zona da moeda continua fraca. O relatório segue os dados da semana passada, com a França, Itália e Alemanha postando indicadores decepcionantes.

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi falará no Parlamento Europeu, em Estrasburgo depois que os mercados europeus fecharem. O chefe do BCE deverá confirmar que o conselho de administração está pronto para implementar um novo programa de facilitação se necessário na tentativa de manter a estabilidade do euro.

No final da semana, o relatório ZEW da Alemanha, dados de comércio da zona do euro e números de inflação irão proporcionar novas perspectivas sobre a força da região. Números do mercado de trabalho do Reino Unido será divulgado na quarta-feira.

Em Londres, as principais mineradoras e bancos avançam. Anglo American e BHP Billiton avança 1,45% e 1,27% respectivamente. HSBC Holdings sobe 0,64%, Lloyds Banking Group avança 0,45% e Royal Bank of Scotland  adiciona 1,3%.

AGENDA:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

ÍNDICES MUNDIAIS (7h50)

ÁSIA
Nikkei: +0,88%
Austrália: +0,45%
Hong Kong: +0,49%
Xangai Composite: +0,96%

EUROPA
Frankfurt - Dax: +0,77%
London - FTSE: +0,74%
Paris CAC 40: +0,57%
Madrid IBEX: +0,08%
FTSE MIB: -0,33%

COMMODITIES
BRENT: +0,49%
WTI: +0,08%
OURO: -1,21%
COBRE: +0,01%
NIQUEL: +0,49%
SOJA: +0,78%
ALGODÃO: +0,74%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,33%
SP500: +0,33%
NASDAQ: +0,47%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Citigroup, TravelCenters of America, Bank of the Ozarks, Peregrine Pharma, SemiLEDs, Wintrust Fin

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 11 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEXTA-FEIRA 11/07/2014

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam sem direção nesta sexta-feira, após forte liquidação nas bolsas europeias e americanas na sessão anterior, desencadeada por temores com bancos portugueses.

As ações japonesas recuaram pelo quinto dia seguido. O Nikkei caiu 0,35%, menor nível em mais de uma semana e  terminando a semana com uma perda de 1,8%, enquanto o iene, tradicionalmente utilizada como uma moeda porto seguro, subiu para ¥ 101,28, ante ¥ 101,30 na quinta-feira. O índice Topix fechou 0,32% menor.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng  recuou 0,02% após uma sessão de bastante volatilidade. O pesopesado HSBC Holdings caiu 0.38% e o Banco Estatal da China recuperou 0,3%, após uma queda de dois dias em meio à acusações de lavagem de dinheiro. Lenovo Group avançou 2,1%, após recentes números indústriais do IDC e Gartner mostrando que a empresa continuou a ser a líder mundial em vendas de computadores pessoais no segundo trimestre.

Na Coréia do Sul, o  Kospi Composite Index recuou 0,70%, arrastado para baixo pela gigante Samsung Electronics , que caiu 1,7%.

Em sentido contrário, o S & P / ASX 200 avançou 0,41% em Sydney e o Shanghai Composite Index terminou 0,4% maior no continente chinês.

EUROPA:  As bolsas europeias quebram uma sequência de cinco dias de quedas consecutivas, com bancos regionais se recuperando de uma onda de vendas, estimuladas por problemas no conglomerado português do Grupo Espirito Santo.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,36%, diminuindo sua queda semanal de 2,9%. O benchmark caiu 1,1% na quinta-feira, com preocupações sobre a robustez do Espírito Santo International (ESI), causando frisson no setor financeiro europeu.

As ações do Banco Espírito Santo, que despencavam 17,24% e Espírito Santo Financial Group que perdia 8,92%, filiais da ESI, tiveram suas negociações interrompidas na quinta-feira e permanecem suspensas hoje. O índice PSI 20 de Portugal que fechou no nível mais baixo desde outubro em meio ao tumulto na quinta-feira, sobe 2% no pregão de hoje.

Ao sul, Banca Popolare di Milano sobe 3,19% e Banco Popular Español avança 2,64%. FTSE MIB da Itália e IBEX 35 da Espanha sobem, enquanto ao norte do continente, os índices FTSE 100 do Reino Unido, CAC 40 da França e DAX 30 da Alemanha também sobem.

Em Londres, os bancos Barclays e HSBC Holdings adicionam 0,70% e 0,78% respectivamente, enquanto as mineradoras recuam. BHP Billiton perde 0,46% e Rio Tinto recua 3,15%.

AGENDA:
EUA:
15h00 - Federal Budget Balance (orçamento federal dos Estados Unidos).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h30)

ÁSIA
Nikkei: -0,34%
Austrália: +0,41%
Hong Kong: -0,02%
Xangai Composite: +0,42%

EUROPA
Frankfurt - Dax: +0,16%
London - FTSE: +0,23%
Paris CAC 40: +0,57%
Madrid IBEX: +1,24%
FTSE MIB: +1,56%

COMMODITIES
BRENT: -0,43%
WTI: -0,83%
OURO: +0,08%
COBRE: -0,61%
NIQUEL: -0,47%
SOJA: +0,78%
ALGODÃO: -0,15%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,20%
SP500: +0,20%
NASDAQ: +0,25%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Fastenal, Infosys, Wells Fargo

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 10 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUINTA-FEIRA 10/07/2014

ÁSIA: A ata da última reunião do banco central dos EUA, dizendo que o FED não tem pressa para aumentar as taxas de juros, impulsionou os mercados dos EUA e da Ásia durante a noite.

O peso filipino bateu um período de oito meses de alta e baht tailandês subiu para um período de três meses de alta, com declínios nos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA, ajudando muitas moedas asiáticas. O rendimento do Tesouro de referência de 10 anos caiu para 2,552% na quarta-feira em Nova York.

O índice MSCI de ações da Ásia-Pacífico, ex-Japão subiu 0,3%. Nikkei de Tóquio contrariou a tendência e caiu 0,56%, sob peso da queda recorde de encomendas de máquinas em maio, lançando dúvidas sobre as perspectivas e força de sua recuperação econômica.

As exportações da China em junho também ficaram aquém das previsões do mercado, mas causou reação limitada nos mercados regionais, uma vez que reforçou as expectativas de que Pequim deverá implementar mais medidas de estímulo para estabilizar a economia e atender sua meta de crescimento de 2014.  As exportações chinesas de junho cresceram 7,2% ante o ano anterior, melhor do que o ganho de 7% em maio, mas abaixo da alta de 10,6% esperado pela pesquisa da Reuters e 10% da pesquisa do Wall Street Journal. Hang Seng de Hong Kong subiu 0,27% e Xangai Composite recuou ligeiros 0,01%.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 subiu 0,22%, com o dólar australiano enfraquecido,  após dados chineses, sendo negociado a 0,9397 dólar, ante 0,9413 da quarta-feira.

Ações da Indonésia atingiram seu ponto mais alto em mais de um ano, com o mercado saudando a perspectiva reformista do próximo governo de Jacarta. Joko "Jokowi" Widodo se tornará o próximo presidente, embora seu rival tenha recusado a admitir a derrota após a eleição de quarta-feira. JKSE index subiu 1,7%, depois de subir mais de 2% anteriormente. A rupia indonésia ganhou 0,6%, para 11.555 por dólar.

EUROPA: Bolsas da Europa voltam à níveis de maio, depois que a produção industrial francesa e italiana decepcionaram, gerando preocupações sobre o crescimento na zona do euro, enquanto investidores esperavam a última decisão política do Banco de Inglaterra. Analistas esperam que o banco mantenha a taxa básica de juros em uma baixa recorde de 0,5% e sem alterações em seu programa de compra de ativos de 375 bilhões de libras (642.000 milhões dólares).

As mineradoras estão entre os decliners em Londres após dados comerciais chineses de junho surpreenderem negativamente. BHP Billiton cai 1,19% e Rio Tinto perde 1,40%. Em uma nota otimista, o Grupo Burberry sobe 2,19%, após a varejista de produtos de luxo registrar um aumento de 12% nas vendas no primeiro trimestre. FTSE100 recua.

O Stoxx Europe 600 desliza 1.14%, a caminho para o quinto dia consecutivo no vermelho.

Dados industriais da Itália decepcionaram, mostrando que a produção de maio caiu 1,2% em relação ao mês anterior, marcando a maior queda desde novembro de 2012. FTSE MIB recua. A produção industrial da França também caiu inesperadamente, recuando 1,7%, maior queda em mais de 18 meses, derrubando o índice CAC 40.

Esses dados vieram após o fraco desempenho dos dados alemães no início da semana, aumentando preocupações de uma desaceleração do crescimento na Europa. DAX 30 da Alemanha recua.

Destaque para o  BNP Paribas que cai 2,37% depois que o banco francês foi declarado culpado em um tribunal federal dos EUA na quarta-feira, em uma acusação criminal sobre suas relações com os países sancionados. Ações da Telecom Italia sobe 1,3% após JP Morgan Cazenove elevar a empresa de neutro para overweight, com analistas dizendo que espera a consolidação na Itália e no Brasil.

Banco Espírito Santo despencava 12,20% no pregão de hoje, somando-se a uma perda de 4,7% na quarta-feira, quando a controladora Espirito Santo International atrasou os pagamentos de sua dívida de curto prazo, causando mal estar no setor financeiro em Portugal. Espírito Santo Financial Group SA, acionista controlador do Banco Espírito Santo suspendeu hoje as negociações de suas ações.  Índice PSI de Portugal cai mais de 3%.

EUA: Wall Street se preparando para fortes perdas na abertura com futuros de ações recuando bruscamente, um dia depois que o Federal Reserve revelou elementos sobre o fim de seu plano de compra de títulos.

Solicitações de desemprego semanal, primeiro discurso de Stanley Fischer como Vice Presidente do Federal Reserve falando sobre reforma financeira em Cambridge e discurso do Presidente do FED de Kansas City, George Esther, sobre economia e política monetária em Oklahoma estão no foco do investidor.

OURO: O ouro avança sob a demanda de um ativo porto seguro, devido à mais recente ação militar por parte de Israel, que é um potencial barril de pólvora  e que possa incitar ainda mais instabilidade em outras partes do Oriente Médio.

AGENDA:
EUA:
9h30 - Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
11h00 - Wholesale Inventories (dados de vendas e estoques no atacado americano);
14h01 - 30-y Bond Auction (leilão de títulos de 30 anos do governo dos EUA);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h50)

ÁSIA
Nikkei: -0,56%
Austrália: +0,22%
Hong Kong: +0,27%
Xangai Composite: -0,01%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -1,55%
London - FTSE: -0,84%
Paris CAC 40: -1,56%
Madrid IBEX: -2,44%
FTSE MIB: -2,47%

COMMODITIES
BRENT: -0,01%
WTI: -0,18%
OURO: +1,09%
COBRE: -0,31%
NIQUEL: -0,98%
SOJA: +0,79%
ALGODÃO: -1,20%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,87%
SP500: -0,89%
NASDAQ: -0,86%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: Family Dollar, Progressive, Barracuda Networks, E2open, PriceSmart

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 8 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - TERÇA-FEIRA 08/07/2014

ÁSIA: Seguindo o sentido negativo das bolsas dos EUA, as ações japonesas estenderam as perdas nesta terça-feira, buscando o seu fechamento mais baixo em uma semana. O Nikkei caiu 0,42%, enquanto o iene subiu em relação ao dólar para ¥ 101,74, ante ¥ 101,82 na segunda-feira. O índice Topix caiu 0,33%. Destaque negativo para ações do setor financeiro.

Na China, Hang Seng de Hong Kong  terminou com ligeira alta de 0,04%, depois de mais uma sessão de grande volatilidade e no continente, o Shanghai Composite Index subiu 0,20%, com investidores aguardando a divulgação do índice de preços ao consumidor da China para junho na quarta-feira.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 encerrou em queda de 0,15%, enquanto na Coréia do Sul, o  Kospi Composite Index avançou 0,08%.

EUROPA: As bolsas europeias recuam pelo terceiro dia consecutivo, após balança comercial da Alemanha, divulgada hoje, mostrar que as exportações e importações caíram em maio, aumentando temores de que o principal motor da economia europeia está esfriando.

DAX 30 da Alemanha, CAC 40 da França, FTSE 100 do Reino Unido recuam. O Stoxx Europe 600 cai 0,62%, a caminho do nível mais baixo de fechamento no mês de julho.

Entre os destaques, as ações da Air France-KLM recuam 4,31%, após a companhia aérea reduzir sua projeção para 2014 devido à fraca demanda e dificuldades na repatriação de receitas da Venezuela.

Commerzbank perde 3,79%, depois de relatos de que o credor alemão já começou as negociações com os reguladores norte-americanos sobre suas atividades ligadas ao Irã e outros países da lista negra dos EUA, mas ninguém ligado ao Commerzbank foi encontrado para comentar.

Em Londres, a maioria das mineradoras avança. BHP Billiton sobe 0.13% e Rio Tinto avança 1,03%. Vedanta Resources recua 0,53%.

ALCOA:  A produtora de alumínio que tradicionalmente dá o pontapé inicial da temporada de resultados de cada trimestre deverá divulgar seus resultados do segundo trimestre após o fechamento do mercado nesta terça-feira. Analistas esperam lucro de 12 centavos de dólar por ação e receita de 5,61 bilhões dólar.

AGENDA:
EUA:
8h30 - NFIB Small Business Index (índice de otimismo do pequeno empresário);
11h00 -  JOLTS Job Openings (pesquisa mensal em diferentes indústrias em que analisa contratações, abertura de emprego, demissões, recrutamentos, etc);
14h45 - Discurso do Presidente do Fed de Minneapolis, Naranyana Kocherlakota;
16h00 - Consumer Credit (mede o total de crédito ao consumidor).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h30)

ÁSIA
Nikkei: -0,42%
Austrália: -0,15%
Hong Kong: +0,04%
Xangai Composite: +0,20%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -0,55%
London - FTSE: -0,52%
Paris CAC 40: -0,52%
Madrid IBEX: -0,80%
FTSE MIB: -1,25%

COMMODITIES
BRENT: -0,38%
WTI: -0,03%
OURO: -0,04%
COBRE: +0,28%
NIQUEL: +0,71%
SOJA: -0,05%
ALGODÃO: +0,10%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,12%
SP500: -0,13%
NASDAQ: -0,06%

BALANÇOS CORPORATIVOS:
EUA: AeroVironment, Alcoa, Bob Evans, Container Store, Hertz Global

ATENÇÃO: 
*Horário BOVESPA (BRASIL x ALEMANHA)

Das 9h30 às 9h45 - fase de cancelamento de ofertas.
Das 9h45 às 10h – fase de pré-abertura.
Das 10h às 14h25 – fase de negociação.
Das 14h20 às 14h45 – call de fechamento para opções e Índices.
Das 14h25 às 14h30 – call de fechamento para todos os ativos negociados no mercado à vista e lote fracionário.
*(não tem after)

*Quarta-Feira: BOVESPA não abre por conta de feriado nacional.

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 7 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - SEGUNDA-FEIRA 07/07/2014

ÁSIA: A maioria das bolsas asiáticas fechou em queda nesta segunda-feira.

As ações japonesas recuaram após fechamento mais alto em cinco meses na semana passada. O Nikkei encerrou o dia em queda de 0,37%, enquanto o iene subiu contra o dólar, sendo negociado a ¥ 101,94, ante ¥ 102,08 na sessão anterior. O  índice Topix recuou 0,42%.

Na China, Hang Seng de Hong Kong terminou em ligeira queda de 0,02% após uma sessão volátil e no continente, Shanghai Composite Index fechou contra tendência, subindo  0,03%.

Enquanto isso, o S & P / ASX 200 de Sydney recuou 0,11% e em Seul,  Kospi Composite Index  terminou 0,23% menor.

EUROPA: As bolsas europeias recuam após a Alemanha divulgar que sua produção industrial caiu 1,8% em maio, ficando aquém das expectativas de mercado, maior queda mensal desde abril de 2012, estimulando preocupações sobre a desaceleração econômica na Europa. Os números seguem o relatório de pedidos às fabricas alemães de sexta-feira que caiu 1,7% em maio, também mais fraco do que o esperado.

O Stoxx Europe 600 recua 0,31%, depois de fechar a semana passada com o maior avanço semanal desde março.

O Banco de Inglaterra decidiu, por unanimidade, manter as taxas de juros em sua última reunião, mas como a taxa de desemprego continua baixa, espera-se um aumento da taxa antes do esperado.

Índice DAX 30 da Alemanha, CAC 40 da França e FTSE 100 do Reino Unido recuam.

Entre os destaques, as ações da Sky Deutschland recuam 3,00% após Nomura cortar o rating da empresa de TV a cabo de comprar para o neutro.  PostNL dispara 17,43% depois que a empresa postal holandesa elevou sua meta para o ano na Holanda.

Ações do Banco Espírito Santo sobe 2,79%, depois que o banco disse no sábado que os acionistas tinham escolhido o atual chefe da agência de dívida de Portugal para tornar seu diretor financeiro.

Em Londres, as principais mineradoras recuam. BHP Billiton cai 0.92% e Rio Tinto perde 0,81%.

EUA: Os contratos futuros de ações dos EUA recuam, com os investidores retornando de um feriado prolongado, com os principais benchmarks sentado em níveis recordes e antes da divulgação dos balanços da temporada de resultados do segundo trimestre que começa na amanhã com a Alcoa.

AGENDA:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

ÍNDICES MUNDIAIS (7h20)

ÁSIA
Nikkei: -0,37%
Austrália: -0,11%
Hong Kong: -0,02%
Xangai Composite: +0,03%

EUROPA
Frankfurt - Dax: -0,16%
London - FTSE: -0,19%
Paris CAC 40: -0,38%
Madrid IBEX: -0,42%
FTSE MIB: -0,16%

COMMODITIES
BRENT: +0,14%
WTI: +0,10%
OURO: -0,54%
COBRE: -0,42%
NIQUEL: -0,44%
SOJA: -2,11%
ALGODÃO: -0,86%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,10%
SP500: -0,03%
NASDAQ: -0,09%

ATENÇÃO: 
*Horário BOVESPA amanhã (jogo do Brasil)

Das 9h30 às 9h45 - fase de cancelamento de ofertas.
Das 9h45 às 10h – fase de pré-abertura.
Das 10h às 14h25 – fase de negociação.
Das 14h20 às 14h45 – call de fechamento para opções e Índices.
Das 14h25 às 14h30 – call de fechamento para todos os ativos negociados no mercado à vista e lote fracionário.
*(não tem after)

*Quarta-Feira: BOVESPA não abre por conta de feriado nacional.

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 4 de julho de 2014

SEXTA-FEIRA 04/07/2014 (BRASIL X COLOMBIA)


Bovespa - Pregão Regular:

Das 9h30 às 9h45 - fase de cancelamento de ofertas.
Das 9h45 às 10h – fase de pré-abertura.
Das 10h às 14h25 – fase de negociação.
Das 14h20 às 14h45 – call de fechamento para opções e Índices.
Das 14h25 às 14h30 – call de fechamento para todos os ativos negociados no mercado à vista e lote fracionário.
*(não tem after)

quinta-feira, 3 de julho de 2014

RESENHA HARAMOTO - QUINTA-FEIRA 03/07/2014

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam sem direção nesta quinta-feira, a espera do relatório de emprego dos EUA que será antecipado para hoje, ao invés de sexta-feira, por conta do feriado de 04 de julho, Dia da Independência dos EUA. A expectativas subiram após relatório mostrar que a contratação do setor privado dos EUA atingiu uma alta de um ano e meio em junho.

As bolsas japonesas quebraram uma série de três altas. Nikkei encerrou em queda de 0,14%, enquanto o iene enfraqueceu para ¥ 101,938 por dólar ante ¥ 101,787 por dólar na quarta-feira. O índice Topix recuou 0,17%.

Na China, o índice Hang Seng de Hong Kong recuou 0,08%, depois de atingir uma alta de sete meses no dia anterior e no continente, o Shanghai Composite Index avançou 0,19%, ampliando para quatro, a sua série de altas.

Enquanto isso, o S & P / ASX 200 de Sydney avançou 0,66%, na sequência  de um rali de 1,5% na quinta-feira, enquanto Kospi da Coréia do Sul recuou 0,21%.

EUROPA: As bolsas europeias sobem, com investidores aguardando a reunião de julho de política do Banco Central Europeu, que deverá tecer comentários sobre a economia e inflação da zona do euro, seguida da conferência do Presidente do BCE, Mario Draghi. Espera-se que o BCE deixe a política inalterada após o amplo conjunto de medidas introduzidas no mês passado.

O índice PMI composto da zona euro em junho, que mede a atividade em ambos os setores de serviços e manufatura, baseado em uma pesquisa com cerca de 5.000 empresas, caiu para 52,8, ante 53,5 em maio, indicando que a atividade do setor privado desacelerou pelo segundo mês consecutivo e levanta questões se  a retomada do crescimento, que começou no segundo trimestre do ano passado, será sustentado.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,2%, em busca do terceiro dia consecutivo de alta. Destaque no pan-índice europeu para a empresa de telecom Vodafone do Reino Unido, que sobe 1,3% depois que a Comissão Europeia cancelou a aquisição da Ono, maior operadora  a cabo da Espanha por €  7.2 bilhões (9,8 bilhões dólares) de aquisição de Ono, a maior operadora a cabo da Espanha.

Ainda no Reino Unido, a expansão do setor de serviços do Reino Unido desacelerou em junho  para 57,7, ante 58,6 de maio e 58,4 previstos pelos economistas, apesar de um aumento recorde no crescimento dos empregos e um aumento de novos pedidos para uma alta de seis meses. As mineradoras avançam, Anglo American sobe 1,41%, Antofagasta avança 3,97%, BHP Billiton adiciona 0,97% e Rio Tinto sobe 0,76%.

AGENDA:
EUA:
8h30 - Challenger Job Cuts (número de demissões corporativas);
9h30 - Trade Balance (balança comercial; mede a diferença entre os valores das importações e exportações realizadas pelo país);
9h30 - Relatório de Emprego, composto por: Unemployment Rate (taxa de desemprego), Nonfarm Payrolls (pesquisa realizada em cerca de 375 mil empresas, que mostra o número de empregos gerados na economia, excetuando-se agricultura e pecuária), Average Workweek (média de horas trabalhadas por semana) e Hourly Earnings (média de remunerações por hora trabalhada);

10h45 - Final Services PMI (Índice PMI de Serviços);
11h00 - ISM Non-Manufacturing PMI (índice baseado em pesquisas com 400 empresas não industriais, em 60 setores em todo o país);

ÍNDICES MUNDIAIS (7h30)

ÁSIA
Nikkei: -0,14%
Austrália: +0,66%
Hong Kong: -0,08%
Xangai Composite: +0,19%

EUROPA
Frankfurt - Dax: +0,63%
London - FTSE: +0,48%
Paris CAC 40: +0,52%
Madrid IBEX: -0,03%
FTSE MIB: +0,64%

COMMODITIES
BRENT: -0,31%
WTI: -0,22%
OURO: -0,24%
COBRE: -0,25%
NIQUEL: +0,11%
SOJA: +0,56%
ALGODÃO: -0,61%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,08%
SP500: +0,09%
NASDAQ: +0,13%

ATENÇÃO: As bolsas dos EUA fecharão 3 horas mais cedo nesta quinta-feira

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório. Você pode acompanhar também no http://haramoto.blogspot.com.br e no http://br.investing.com. Siga também no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader