Veja Também

Veja Também

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

QUINTA-FEIRA 30/09/2010

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos novamente sem direção definida nesta quarta-feira, com a Nintendo do Japão caindo bruscamente após cortar previsões de lucros, mas as ações na China subiram, apesar da introdução de novas medidas para evitar valorização dos imóveis.

JAPÃO: No Japão as bolsas fecharam em queda após dados decepcionantes da produção industrial do país e com investidores ainda preocupados com a força do iene que voltou a subir. Muitos em compasso de espera aguardando os indicadores dos EUA de hoje, que se vierem piores que o esperado poderá aumentar as especulações de que o Federal Reserve deverá em breve aplicar medidas de flexibilização quantitativa, colocando pressão sobre o dólar dos EUA. O interesse de venda foi relativamente moderada, pois muitos esperam intervenção do governo caso iene vá abaixo de ¥84,00. Destaque negativo para a Nintendo que caiu 10,0% depois de divulgar que o seu tão esperado videogame 3DS não ser lançada a tempo e perderá a temporada de compras natalinas, o que reduziu suas previsões de lucro para o ano em mais de 50% e as ações de financeiras perderam terreno depois que aumentaram as preocupações sobre possível elevação nos custos dos seguros das dívidas dos consumidores e credores em consequência ao pedido de falência da Takefuji Corp. nesta semana.

CHINA: Xangai avançou apesar de Pequim ter implementado novas medidas para conter os preços das propriedades, ordenando os bancos em todo o país a suspender os empréstimos para compra da casa pela terceira vez consecutiva e elevando o valor da entrada de 20 para 30% para todos que intencionam comprar imóvel pela primeira vez e de 40 para 50% para quem quer comprar o segundo imóvel. O comunicado diz também que o governo pretende acelerar a reforma do "imposto sobre imóveis" que está sendo realizado em algumas cidades. As medidas de aperto foram consideradas um pouco mais fraco do que o mercado esperava, já que o aumento do imposto imobiliário era a maior preocupação, mas não foi dado detalhes sobre sua implementação. O mercado de Hong Kong teve uma visão diferente das medidas, com as incorporadoras caindo vertiginosamente. Amanhã é feriado prolongado em comemoração da fundação da República Popular da China e os mercados chineses estarão fechados.

EUROPA: As bolsas européias caem nesta quinta-feira, com setor bancário liderando o declínio depois que a Irlanda apresentou os custos de resgate aos bancos do país que pode chegar à cifras entre €14,3 bilhões e € 50 bilhões (num pior cenário) e a Moody's Investors Service que emitiu o aguardado rebaixamento da dívida espanhola para Aa1, citando perspectivas de um fraco crescimento e deterioração das finanças públicas. Númers otimistas vindo da Europa diminuem as perdas, como de desempregados alemães que caiu 40 mil em setembro, ante uma preivisão de uma queda em torno de 20 mil postos de trabalho. A taxa de desemprego ajustada sazonalmente caiu para 7,5%, enquanto economistas esperavam que a taxa permanecesse inalterada em 7,6%. A inflação preliminar ao consumidor na zona do euro de 16 nações acelerou para uma taxa anual de 1,8% em setembro, ante 1,6% em agosto. O valor ficou em linha com as previsões.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:

EUA:
09h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego).
09h30 - Número final do PIB e de seu deflator, baseados no segundo trimestre.
10h45 - Chicago PMI (nível de atividade industrial na região) de setembro.
11h00 e 15h30 - Discursos do Presidente do FED Ben Bernanke (falará sobre a implementação das reformas do sistema financeiro do país diante de uma comissão do Senado norte-americano).

AGENDA DE AMANHÃ:
EUA: 09h30 - Personal Income (renda individual dos cidadãos norte-americanos) e Personal Spending (gastos dos consumidores) e o núcleo do Personal Consumption Expenditures - PCE e seu núcleo deflator (relatório de gastos pessoais dos americanos - medida de inflação mais acompanhada pelo FED), 10h55 - Michigan Sentiment (mede a confiança dos consumidores na economia norte-americana), 11h00 - Construction Spending (gastos decorrentes da construção de imóveis) e o ISM Index (nível de atividade industrial no país).
EUROPA: Purchasing Managers Index Manufacturing - PMI (nível de atividade de manufatura) e Unemployment Rate (taxa de desemprego).
REINO UNIDO: PMI Manufacturing - PMI (nível de atividade de manufatura no Reino Unido).
ALEMANHA: Purchasing Managers Index Manufacturing - PMI (nível de atividade de manufatura na Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h30):

ÁSIA
Austrália: -1,22%
Nikkei: -1,99%
Hong Kong: -0,09%
Xangai Composite: +1,72%
EUROPA
London - FTSE: -0,09%
Paris Cac 40: -0,73%
Netherlands: -0,52%
Frankfurt - Dax: -0,22%
Madrid IBEX: +0,04%
Zurich: -0,14%
Milão Mib: -0,15%
Moscow RTS: +0,07%

PETRÓLEO
BRENT: +0,71%
WTI: +0,87%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,09%
NIQUEL: +0,27%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,04%
S&P: -0,04%
NASDAQ: -0,05%

NOTÍCIA EM DESTAQUE:: Moody´s rebaixa em uma nota o rating da Espanha.

ATENÇÃO: Atenção para os dados americanos de desemprego e números do PIB que ditarão o rumo de nosso pregão. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter:http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Muitos mercados de ações na Ásia fecharam em alta, com Hong Kong e Tóquio entre os melhores desempenhos, após divulgação de dados econômicos como a atividade manufatureira chinesa, que apontou para uma continuidade de alta que já dura cinco meses, tranquilizando os investidores de que a China não enfrentará uma desaceleração no curto prazo. Colaborou também a subida em Wall Street na terça-feira, com aumento das expectativas de que o Federal Reserve promova uma nova rodada de flexibilização quantitativa para recuperar a desaceleração na economia dos EUA.

JAPÃO: Em Tóquio o mercado subiu após resultado melhor do que o esperado do Tankan Manufacturing Index, mostrando que o sentimento entre os grandes fabricantes do país terá um rítmo mais rápido do que o esperado, no entanto, as empresas ficaram mais cautelosos em suas perspectivas para o próximo trimestre, devido a influência de iene e maior incerteza sobre a economia global. Beneficiaram nesta sessão exportadores e fabricantes de automóveis, apesar da valorização do iene. Destaque para o Shinsei Bank que subiru 5,2% depois de elevar sua projeção de lucro líquido para o ano fiscal a encerrar em março de 2013 para Y51 bilhões (previsão de Y32 bilhões), citando a redução de custos agressivos como a principal razão.

CHINA: Na China, Xangai pareceu não reagir aos dados do PMI, com fechamento praticamente estável (atividade industrial da China acelerou pelo segundo mês consecutivo, alcançando o seu maior ritmo de crescimento desde abril). Analistas acreditam que os dados fortes devem reforçar a visão de que Pequim possa rever a política de aperto posta em prática no início deste ano. Papéis de mineradoras chinesas aproveitaram o enfraquecimento do dólar americano e fecharam em alta.

EUROPA: A maioria das bolsas européias abriram em alta, mas voltou devolvendo os ganhos iniciais. Destaque negativo para ações da varejista de moda sueca Hennes & Mauritz caindo acentuadamente após os lucros do terceiro trimestre da empresa decepcionarem os investidores (aumento de 23% no lucro do terceiro trimestre, mas os resultados ficaram abaixo das expectativas do mercado). Destaque positivo para a gigante petrolifera BP que vendeu US $ 3,5 bilhões de títulos e para a fabricante de motores Rolls-Royce depois de ganhar um "upgrade" da Morgan Stanley. Sentimento econômico em toda a zona do euro melhorou em Setembro: subiu para 103,2 de uma leitura revisada de 102,3 em agosto. Economistas consultados pela Dow Jones Newswires tinham previsto uma queda do índice para 101,5.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
BRASIL:
15h00 - OPA (Oferta Pública de Aquisição) da Embratel (EBTP4) para aquisição das ações da NET (NETC4).

EUA:
11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano semanal.

AGENDA DE AMANHÃ:
EUA: 09h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego), número final do PIB e de seu deflator, 10h45 - Chicago PMI (nível de atividade industrial na região).
EUROPA: Consumer Price Index - CPI (indicador mensal da inflação ao consumidor europeu).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Unemployment Rate (taxa de desemprego na Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: -0,49%
Nikkei: +0,67%
Hong Kong: +1,22%
Xangai Composite: -0,03%
EUROPA
London - FTSE: -0,33%
Paris Cac 40: -0,25%
Netherlands: -0,23%
Frankfurt - Dax: -0,39%
Madrid IBEX: -1,03%
Zurich: -0,20%
Milão Mib: -0,35%
Moscow RTS: +0,90%

PETRÓLEO
BRENT: +0,41%
WTI: +0,34%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,34%
NIQUEL: +0,24%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,15%
S&P: -0,15%
NASDAQ: -0,10%

NOTÍCIA EM DESTAQUE:: Bancários aprovam greve a partir desta quarta por tempo indeterminado.

ATENÇÃO: Atenção para o leilão da oferta pública de aquisição das ações preferenciais da NET (NETC4) pela Embratel Participações (EBTP4). O valor fixado por ação foi de R$ 23 e caso a taxa de aceitação fique entre um terço e dois terços do free float (ações em circulação), a Embratel adquirirá apenas um terço do montante ofertado. Ibovespa tentando buscar os 70 mil pontos. Fiquem atentos e bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 28 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados da Ásia fecharam em sua maioria em queda nesta terça-feira, com os investidores seguindo a realização de Wall Street após quatro semanas de alta. As ações da China foram pressionadas por preocupações de que Pequim possa lançar novas medidas para esfriar o setor imobiliário.

JAPÃO: O mercado de Tóquio ficou "pesado", devido a um grande número de ações, com negociação ex-dividendo, com destaque para empresas farmacêuticas. Ainda paira expectativa sobre mais medidas de flexibilização da política monetária por parte do Banco do Japão, alimentando esperanças de que o iene não irá fortalecer ainda mais (BOJ vai discutir a tomar medidas adicionais flexibilização em sua outubro reunião do conselho político). O volume de negócios foi baixo, com os investidores aguardando os resultados trimestrais do Banco do Japão a ser divulgado nesta quarta-feira. Takefuji Corp entrou com pedido de proteção judicial contra credores nos termos corporativos do Japão da Lei de Reabilitação deixando para trás 433,6 bilhões de ienes (US $ 5,1 bilhões) no total de suas dívidas. As ações fecharam com queda de 32,2%.

CHINA: As ações na China desvalorizaram em meio a preocupações persistentes de que Pequim possa lançar mais medidas de aperto no setor imobiliário para conter uma possível bolha imobiliária. Investidores estão negociando com cautela face a incertezas sobre as políticas para as incorporadoras imobiliárias e os bancos.

EUROPA: Mercados europeus em queda, com destaque para o fabricante francês de pneus Michelin (quer vender 200000000 € ($ 1,6 bilhões) de novas ações) e grupo químico holandês Akzo Nobel (definiu metas de médio prazo que desapontou os investidores), entre os maiores quedas. O governo irlandês informou que vai gastar € 35 bilhões para socorrer banco irlandês Anglo, porém muitos duvidam de suas capacidades para tal. As ações dos bancos também caem em toda a Europa com a preocupação sobre dívida pública que continua a minar a confiança dos investidores. Pesa ainda a expeculaç!ao de que a Moody's possa rebaixar nesta semana a dívida espanhola, acompanhando a Standard & Poor's e Fitch, que já cortaram o rating da dívida do país. O PIB britânico cresceu 1,2% no segundo trimestre em comparação com os primeiros três meses do ano e apontou um crescimento de 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
11h00 - Consumer Confidence (confiança dos consumidores norte-americanos) de setembro. Divulgado pela Conference Board realiza mensalmente 5.000 entrevistas para auferir o indicador que é dividido em duas categorias: situação econômica atual do país e expectativa para o futuro. A primeira categoria representa 40% do índice, enquanto a segunda representa 60%.

AGENDA DE TERÇA-FEIRA:
EUA: 11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano.
EUROPA: Economic Confidence (confiança dos consumidores na atividade econômica), Industry Confidence (confiança dos executivos na indústria), Service Confidence (confiança dos executivos no setor de serviços) e Consumer Confidence (nível de confiança do consumidor na Zona do Euro).
REINO UNIDO: Consumer Credit (volume total de crédito ao consumidor) e GFK Consumer Confidence (nível de confiança do consumidor britânico sobre o futuro da economia local).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: -0,11%
Nikkei: -1,12%
Hong Kong: -1,03%
Xangai Composite: -0,63%
EUROPA
London - FTSE: -0,30%
Paris Cac 40: +0,02%
Netherlands: +0,22%
Frankfurt - Dax: +0,28%
Madrid IBEX: -0,55%
Zurich: -0,07%
Milão Mib: +0,11%
Moscow RTS: -0,43%

PETRÓLEO
BRENT: -0,18%
WTI: -0,30%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,23%
NIQUEL: -0,99%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,21%
S&P: +0,18%
NASDAQ: +0,44%

NOTÍCIA EM DESTAQUE:: BOVESPA destoa de NY e atinge maior nível em cinco meses.

ATENÇÃO: Com a agenda fraca, vale a pena ficar de olho na divulgação do German Prelim CPI (expectativa do preco ao consumidor alemão) e também nos dados vindos dos EUA que poderá que alterar o movimento baixista que impera no mercado mundial no dia de hoje (obviamente se vierem números otimistas). Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Bolsas da Ásia começaram a semana animadas e fecharam em alta nesta segunda-feira, com os investidores seguindo os ânimos de Wall Street na sexta-feira. Os dados econômicos dos EUA tem correspondido às expectativas em setembro, aliviando preocupações sobre uma possível recessão. Austrália subiu as custas dos bancos e commodities.

JAPÃO: Ações em Tóquio subiram as custas dos ganhos em Wall Street e na expectativa de um iene mais fraco, com uma possível intervenção governamental se o dólar cair abaixo de ¥ 84. Exportadores lideraram as altas. O governo do Japão está estudando programas fiscais que prevê gastos suplementares de até 55 bilião dólares para compensar o iene mais forte e ajudar a impulsionar a economia estagnada, utilizando apenas recursos excedentes de receitas fiscais acima do que o esperado e a não utilização dos recursos dos fundos provenientes do orçamento de 2009.

CHINA: Mercado Chinês abriu em alta, após permanecer fechado por conta do Festival de Meio Outono. Hong Kong abriu em forte alta influenciada bancos e imobiliárias. Hang Seng mantém alta de cinco meses. O governo chinês anunciou medidas para conter a expeculação imobiliária. Cidades que não cumpriram a exigência de moradia populares, serão impedidas de oferecer terrenos para habitação de luxo. As novas medidas não foram consideradas "duras", mas é um forte sinal de que se houver um reaquecimento imobiliário, é possível que venha uma ação mais rigorosa.

EUROPA: Europa abriu o mercado com ganhos, impulsionadas pelos bons ventos provenientes de Wall Street na sessão anterior. Destaque para Wal-Mart, Vivendi, Unilever (comprará Alberto Culver Co. por US $ 3,7 bilhões e tornará líder mundial em condicionadores de cabelo, o segundo maior shampoo) e Nestlé (anunciou a criação de uma nova subsidiária focada na promoção da saúde nutricional, ajudar a prevenir e tratar doenças como a diabetes e doenças cardiovasculares). O M3 Money Supply, apontou um crescimento de 1,1% em agosto, ante 0,2% em julho, diante uma previsão de aumento de 0,4%, na Zona do Euro. A média de três meses de crescimento anual subiu para 0,5% no período de junho a agosto, ante 0,1% no período maio-julho. Empréstimos ao setor privado (Private Loans) cresceu a uma taxa anual de 1,2% em agosto, ante 0,8% em julho.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
09h30 - Chicago Fed National Activity Index (nível de atividade de econômica de Chicago) de agosto.
11h30 - Dallas Fed Manufacturing (atividade de manufatura na região) de setembro.

AGENDA DE TERÇA-FEIRA:
EUA: 11h00 - Consumer Confidence (confiança dos consumidores norte-americanos).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Current Account (saldo da conta corrente), Final GDP (PIB).
ALEMANHA: GfK German Consumer Climate (nível de confiança do consumidor Alemão na economia), German Prelim CPI (expectativa do preco ao consumidor alemão).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h05):
ÁSIA
Austrália: +1,52%
Nikkei: +1,39%
Hong Kong: +1,00%
Xangai Composite: +1,41%
EUROPA
London - FTSE: +0,02%
Paris Cac 40: +0,23%
Netherlands: +0,46%
Frankfurt - Dax: +0,21%
Madrid IBEX: -0,26%
Zurich: +0,33%
Milão Mib: +0,21%
Moscow RTS: +0,32%

PETRÓLEO
BRENT: -0,13%
WTI: +0,09%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,63%
NIQUEL: +0,45%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,21%
S&P: +0,15%
NASDAQ: +0,14%


CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS:: As novas ações da Petrobras estreiam na BM&F Bovespa. Vale lembrar que as ações foram precificadas em R$ 29,65 para ON e R$ 26,30 para as PN, valores exatos de fechamento das ações já negociadas da estatal na última sexta.

ATENÇÃO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos relevantes nos EUA, mas vale a pena ficar de olho nos indicadores de atividade industrial em Chicago e em Dallas, para conferir o ritmo da economia norte-americana. Tenham todos bons trades.
.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Más notícias nas economias da Europa e EUA, assim como fraqueza em Wall Street colaboraram para queda na maioria dos mercados asiáticos nesta sexta-feira.

JAPÃO: Declínio dos mercados em Tóquio foram acentuadas, com os investidores nervosos sobre a tendência iene forte e tensões crescentes com a China em relação ao acidente marítimo, que resultou na detenção de um capitão de uma traineira chinesa, por parte de autoridades japonesas. As preocupações se intensificaram após o ministro do Japão de Estado de Política Econômica e Fiscal Banri Kaieda alertar para o "sério risco" do episódio, pois houve uma desaceleração no comércio e turismo com a China. Ações em Tóquio encerraram em baixa em consequência da decepção dos investodores especulando sobre uma maior intervenção por parte das autoridades japonesas no cambio. O dólar dos EUA também fechou em queda. Azar das exportadoras que cairam mais uma vez nesta sessão.

CHINA: A bolsa de Hong Kong fechou em alta com poucos negócios e a Bolsa de Xangai permanece fechada por conta do feriado local. O presidente Barack Obama pediu ao premiê chinês Wen Jiabao para tomar medidas rápidas para resolver o imbrólio sobre o valor da moeda chinesa, pois a China insiste em manter sua moeda artificialmente desvalorizada. Obama deixou bem claro que os Estados Unidos protegem os seus interesses econômicos.

EUROPA: As bolsas européias caem nesta sexta-feira, apesar do aumento surpreendente no sentimento do empresariado alemão sobre a economia global que subiu para 106,8 em setembro, ante 106,7 de agosto. Essa notícia impulsionou o euro.
O instituto nacional de estatística francês revisou para cima no segundo trimestre o crescimento do PIB para 0,7%, ante 0,6% anteriormente divulgado. Bancos caem enquanto setor de tecnologia sobem.


(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Durable Good Orders (volume de pedidos e entregas de bens duráveis no período) de agosto.
10h00 - Discurso de Elizabeth Duke (membro do Federal Open Market Committee).
11h00 - New Home Sales (número de casas novas com compromisso de venda) de agosto.
17h00 - Discurso de Ben Bernanke (Presidente do Federal Reserve).

AGENDA DE SEGUNDA-FEIRA:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
EUROPA: M3 Money Supply (informações de meios de pagamento incluindo moeda em circulação, fundos mútuos e depósitos de curto e longo prazos), Private Loans (taxa de empréstimos concedidos ao setor privado).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h05):

ÁSIA
Austrália: -0,61%
Nikkei: -0,99%
Hong Kong: +0,33%
Xangai Composite: ---%
EUROPA
London - FTSE: -0,38%
Paris Cac 40: -0,51%
Netherlands: -0,52%
Frankfurt - Dax: -0,43%
Madrid IBEX: -0,38%
Zurich: -0,33%
Milão Mib: -0,50%
Moscow RTS: -0,32%

PETRÓLEO
BRENT: +0,35%
WTI: +0,60%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,47%
NIQUEL: +0,90%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +,18%
S&P: +0,17%
NASDAQ: +0,30%

CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS:: Com o encerramento do processo de bookbuilding ontem, as ações ordinárias e preferenciais da companhia foram precificadas em R$ 29,65 e R$ 26,30, ficando abaixo do preço das ações que já são listadas na Bovespa. Os dados referentes ao rateio da oferta devem ser publicados ainda hoje, data em que as ações distribuídas na forma de ADSs (American Depositary Shares) estreiam na bolsa de Nova York. Na BM&F Bovespa, as novas ações da Petrobras tem estreia agendada para a próxima segunda-feira, dia 27.

ATENÇÃO: Atenção para a agenda de indicadores norte-americana, que traz vendas de imóveis residenciais e encomenda de bens duráveis. Tenham todos bons trades .

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Bolsas da Ásia tiveram pequenas quedas nesta quinta-feira, após enfraquecimento de Wall Street. Os mercados no Japão, Coréia do Sul, China e Hong Kong permaneceram fechados por conta de feriados.

JAPÃO: Mercados em Tókio permaneceram fechados por conta do Equinócio do outono (SHUUBIN NO HI), quando inicia-se o outono. Nesta semana os templos tem orações especiais e todos visitam túmulos de parentes. Nos mercados cambiais o dólar dos EUA fechou em queda apesar da atividade local reduzida, ficando a expectativa de uma maior intervenção por parte das autoridades japonesas para enfraquecer o iene. Está agendada uma reunião entre o presidente dos EUA, Barack Obama e o primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan hoje à noite para discutir essa situaçao.

CHINA: Mercado financeiro chinês fechado e reabrindo apenas na segunda-feira, em continuidade ao Festival do Meio do Outono, que simboliza a colheita e as reuniões familiares. Os chineses cultuam a lua, oferecendo bebidas, frutas e comida nas ruas, expressando sua gratidão pela boa colheita e pedindo à deusa da lua que traga boa sorte.

EUROPA: Europa rende-se aos ganhos, depois dos dados decepcionantes do setor privado, números que mostrou uma desaceleração acentuada em setembro, mostrando preocupação com a recuperação econômica da região. Investidores usaram o pretexto para vender ações com o agravamento do crédito soberano.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Initial Claims ( pedidos de auxílio-desemprego), semanal.
11h00 - Leading Indicators ( vários índices já divulgados, como pedidos de auxílio-desemprego, custo de mão-de-obra e permissões para construção) de agosto.
11h00 - Existing Home Sales * vendas de casas usadas no país) de agosto.

AGENDA DE QUINTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Durable Good Orders (volume de pedidos e entregas de bens duráveis, 11h00 - New Home Sales (número de casas novas com compromisso de venda).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: IFO - Business Climate (confiança do empresário); IFO – Expectations (condições correntes e as expectativas de negócios para os próximos seis meses).


(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h20):

ÁSIA
Austrália: +0,11%
Nikkei: ---%
Hong Kong: ---%
Xangai Composite: ---%
EUROPA
London - FTSE: -0,97%
Paris Cac 40: -1,07%
Netherlands: -0,91%
Frankfurt - Dax: -0,77%
Madrid IBEX: -0,82%
Zurich: -0,74%
Milão Mib: -0,91%
Moscow RTS: -0,32%

PETRÓLEO
BRENT: -1,12%
WTI: -0,78%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,47%
NIQUEL: +0,90%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,41%
S&P: -0,53%
NASDAQ: -0,29%

CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS:: Hoje encerra-se o procedimento de bookbuilding. A expectativa fica por conta da a divulgação do preço por ação, tanto ordinária quanto preferencial da oferta primária da Petrobras. A divulgação ao mercado deve ocorrer após reunião do Conselho de Administração da estatal, que deverá aprovar o valor fixado. No dia 24 de setembro (sexta-feira) terá início a negociação das novas ações sob a forma de ADS (American Depositary Shares) na Nyse, em Nova York. Por aqui, as novas ações da Petrobras começarão a ser negociadas no dia 27 de setembro na BM&F Bovespa.

ATENÇÃO: As atenções ficam mais uma vez por conta dos dados laborais americanos que devem ditar o rítmo de abertura de nosso pregão. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados acionários da Ásia com fechamento misto nesta quarta-feira, com os papéis do setor imobiliário conduzindo Hang Seng para mais uma valorização, mantendo a trajetória de cinco meses de alta, mas os japoneses fecharam em queda, com a valorização do iene frente a declaração do FED de que estava pronto para fazer mais para restaurar a economia dos EUA.

JAPÃO: O Índice Nikkei fechou em queda, com exportadores japoneses em declínio, devido fortalecimento do iene em relação ao dólar dos EUA. As atenções estavam sobre as autoridades japonesas para ver se eles iriam interferir no mercado para enfraquecer o iene novamente. O Japão pediu nesta quarta-feira reunião de urgência com o alto escalão chinêsa na tentativa de esfriar a situação sobre a detenção do capitão de uma traineira de pesca chinesa após uma colisão com embarcações da guarda costeira no início do mês perto de um conjunto de ilhas em disputa no Mar da China Oriental. O premier chinês Wen Jiabao pediu na terça-feira a imediata liberação dos detidos, alegando ser a prisão ilegal.

CHINA:Hong Kong fechou mais uma sessão de alta, pela quarta vez consecutiva puxadas pelas ações do setor de imobiliária, depois de o Fed disse que vai manter as taxas de juros baixas por um período prolongado. As taxas de juros em Hong Kong, onde a moeda está indexada ao dólar dos EUA, se movem em conjunto com a política de taxas de referência dos EUA. Mercado em Xangai fechado por conta do Festival de Meio Outono, onde comemoram o final das colheitas e celebram a felicidade.

EUROPA: Ações européias caem nesta quarta-feira como preocupações sobre a dívida soberana, o desapontamento por falta de ação do Federal Reserve e a queda da receita de banco de investimento do Deutsche Bank. Membros do Banco da Inglaterra Monetária preocupados com a recuperação econômica, votaram esmagadoramente (8-1) por manter a taxa inalterada em 0,5% e manter também o programa de compra de ativos de 200 bilhões de libras (313.300 milhões dolares). Portugal vendeu 750.000.000 € (997.100.000 $) de títulos do governo. O total ficou no limite inferior da intenção do governo de vender 750 a 1000 milhões de euros em obrigações. Foram 450.000.000 € de obrigações de quatro anos com um rendimento de 4,695%, 300 milhões de euros de títulos de 10 anos com um rendimento de 6,242%. Total das propostas para os títulos de três anos excedeu a oferta de 3,5 vezes. Pedidos a indústria na Zona do euro desapontou (divulgado: -2.4%, expectativa: -1.2%, anterior: 2.4%)

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano, semanal.

AGENDA DE QUINTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego), 11h00 - Leading Indicators (vários índices já divulgados, como pedidos de auxílio-desemprego, custo de mão-de-obra e permissões para construção), 11h00 - Existing Home Sales (vendas de casas usadas no país).
EUROPA: Purchasing Managers Index Services (atividade de serviços), Purchasing Managers Index Manufacturing (nível de atividade de manufatura), Purchasing Managers Index Composite (nível de atividade dos setores manufatureiro, de serviços e construção).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Purchasing Managers Index Manufacturing (nível de atividade de manufatura), Purchasing Managers Index Services (nível de atividade econômica no setor de serviços da Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (8h35):
ÁSIA
Austrália: +0,21%
Nikkei: -0,37%
Hong Kong: +0,21%
Xangai Composite: ---%
EUROPA
London - FTSE: -0,55%
Paris Cac 40: -1,11%
Netherlands: -0,96%
Frankfurt - Dax: -1,03%
Madrid IBEX: -2,15%
Zurich: -0,68%
Milão Mib: -1,42%
Moscow RTS: -0,45%

PETRÓLEO
BRENT: +0,94%
WTI: +3,67%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,64%
NIQUEL: +0,22%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,23%
S&P: -0,29%
NASDAQ: -0,38%


NOTÍCIA EM DESTAQUE:: Petrobras estimula intenso ingresso de dólares no País.

ATENÇÃO: Termina hoje o prazo de reservas para pessoas não-vinculadas e que desejem participar da oferta primária de ações da Petrobras por meio da oferta de varejo. Encerra-se também o prazo para adesão aos fundos de investimentos em ações dentro da oferta. Atentem-se ao fato de que investidores só podem fazer pedido de reserva por meio de uma única instituição (caso seja efetuado em mais de uma corretora, o segundo pedido de reserva será rejeitado).
Amanha (23) será finalizado o processo de bookbuilding, com fixação do preço por ação. Na mesma data, o Conselho de Administração da estatal irá se reunir para aprovar o preço por ação estabelecido, que será divulgado após o fechamento do mercado. Peço desculpas pelo atraso do envio da Resenha nestes dois dias, pois estou de viagem e a dificuldade para conexão a internet dificultou o trabalho, mas tentei empenhar ao máximo para que os amigos que compartilham comigo deste material não ficassem em vão. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 21 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

RESENHA DA BOLSA - HARAMOTO

TERÇA-FEIRA, 21 de Setembro de 2010

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos com fechamento misto, impulsionadas por ganhos sólidos em Wall Street. Os investidores acreditam num crescimento econômico americano lento ao invés de uma recessão. Todos aguardam a divulgação da reunião do Federal Reserve. Especula-se que o banco central pode adotar novas medidas para estimular a economia, porém a maioria dos analistas não esperam novas medidas de flexibilização, mas a especulação tem ajudado a elevar os preços dos títulos dos EUA.

JAPÃO: Ações japonesas subiram na manhã em Tóquio, com as ações de tecnologia apoiados nos ganhos de seus pares americanos, porém fechou em queda. Investidores foram cautelosos com a tensão entre China e Japão, depois de Tóquio prolongou a detenção de um capitão do barco acusado de deliberadamente forçar seu arrastão em dois navios de patrulha japonesa. Fabricantes de automóveis que têm exposição a China eram os mais afetados. Nissan Motor subiu 0,3% apesar de anunciar planos para dobrar sua capacidade anual de produção de veículos na China em 2012.

CHINA: As ações da China tiveram ligeira alta, como a maioria dos investidores cautelosos antes da pausa de três dias para o Festival de Outono começa quarta-feira. Hong Kong finalmente quebrou o nível de 22 mil pontos (última vez em abril). China permitiu uma mudança brusca na paridade entre o yuan-dolar, registrando um novo recorde, antes do feriado prolongado.

EUROPA: Mercados europeus abriu em alta.
Destaque para a desvalorização do banco italiano UniCredit (o CEO ameaçou pedir demissão) enquanto o BNP Paribas (CEO disse que a empresa não teria necessidade de levantar mais capital) e Safran (concordou em adquirir a Identity Solutions Inc) valorizavam.


(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Housing Starts (número de casas que começaram a ser construídas) e Building Permits (quantas autorizações para a construção de imóveis foram concedidas) de agosto.
15h15 - Divulgação do novo patamar do juro básico norte-americano.

AGENDA DE QUARTA-FEIRA:
EUA: 11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano.
EUROPA: Industrial New Orders (pedidos à indústria na Zona do Euro).
REINO UNIDO: divulgação da ata de sua última reunião de política monetária, ocasião em que BoE manteve a taxa básica de juros em 0,50%.
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (6h50):

ÁSIA
Austrália: -0,17%
Nikkei: ---%
Hong Kong: +0,03%
Xangai Composite: -0,38%
EUROPA
London - FTSE: +0,38%
Paris Cac 40: +0,56%
Netherlands: +0,50%
Frankfurt - Dax: +0,47%
Madrid IBEX: +1,05%
Zurich: +0,14%
Milão Mib: +0,56%
Moscow RTS: +0,95%

PETRÓLEO
BRENT: -0,10%
WTI: -9,56%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,18%
NIQUEL: -0,15%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,15%
S&P: +0,07%
NASDAQ: +0,14%

NOTÍCIA EM DESTAQUE:: Fundo Soberano recebe aval para comprar dólar sem limite.

ATENÇÃO: Atenção aos dados imobiliários antes do pregão e a reunião do FED que ditará os rumos de nossa bolsa. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

A maioria dos mercados da Ásia tiveram perdas nesta segunda-feira, com investidores cautelosos vendendo ações bancárias e mineradoras antes de feriados em alguns mercados regionais e também antes da reunião do Federal Reserve e dos dados de habitação nos EUA que será divulgado nesta terça-feira.

JAPÃO: Os mercados japoneses não abriram devido ao início de feriado (Equinócio de Outono). Hoje comemora-se o Dia do Respeito ao Idoso (Keiro no hi) que é comemorado na terceira segunda-feira de setembro. Trata-se de um feriado dedicado aos idosos, quando os japoneses oram pela longevidade dos mais velhos e os agradecem pelas contribuições feitas à sociedade ao longo de suas vidas.

CHINA: Na China, os investidores estavam relutantes em negociar ações de bancos devido a inúmeras incertezas no setor, devido a possibilidade de regras mais rígidas por parte do BC chinês em relação a reserva de empréstimo, bem como o risco de uma alta na taxa de juros, na tentativa de evitar novas crises financeiras no futuro. Além disso, o volume negociado foi baixo frente aos três dias de feriado (Festival da Lua) que começa nesta quarta-feira. O China Business News relatou na semana passada que o órgão regulador bancário da China estava planejando exigir dos bancos, o recolhimento equivalente a 2,5% dos seus empréstimos pendentes como reservas, no próximo ano, com intuíto de reforçar seus balanços. As tensões quanto à situação política envolvendo os governos da China e do Japão, após a prisão de um capitão chinês em mar japonês, colocou novamente em foco as discussões acerca das disputadas ilhas da região, cuja soberania dá o direito de exploração do petróleo prejudicando empresas do setor petrolífero.

EUROPA: As bolsas de valores européias abriram a semana em alta, por conta das empresas petrolíferas, bancos e mineradoras e com poucos dados econômicos na região. BP anunciou que o Poço de Macondo, no Golfo do México foi oficialmente selado. As ações do Commerzbank subiram, depois de uma atualização da UBS de vender para o neutro, disse que o banco tinha feito grandes avanços para a estabilização no primeiro semestre deste ano. A forte economia alemã e juros baixos devem beneficiar o banco.


(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
11h00 - NAHB Housing Market Index (venda de imóveis e a expectativa para novas construções no mercado imobiliário americano) de setembro.
1º Dia da Reunião do Federal Reserve para deliberar sobre os rumos da política monetária americana.

AGENDA DE TERÇA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Housing Starts (número de casas que começaram a ser construídas) e Building Permits (quantas autorizações para a construção de imóveis foram concedidas) e 15h15 - Divulgação do novo patamar do juro básico norte-americano.
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h15):

ÁSIA
Austrália: -0,17%
Nikkei: ---%
Hong Kong: +0,03%
Xangai Composite: -0,38%
EUROPA
London - FTSE: +1,12%
Paris Cac 40: +0,91%
Netherlands: +1,00%
Frankfurt - Dax: +0,63%
Madrid IBEX: +0,41%
Zurich: +1,07%
Milão Mib: +0,10%
Moscow RTS: +0,03%

PETRÓLEO
BRENT: +0,50%
WTI: +0,43

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,48
NIQUEL: +0,52%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,46%
S&P: +0,56%
NASDAQ: +0,56%

OFERTA PRIORITÁRIA DA PETROBRAS:: Reserva de ações da Petrobrás vai até dia 22, quando encerra-se o processo de reserva de ações da capitalização. Os interessados em participar do processo devem procurar uma corretora de valores credenciada na Bolsa de Valores de São Paulo e solicitar a reserva dos novos papéis. Para essa etapa chamada de oferta ao varejo, serão distribuídos 20% do total de papéis que formaram a oferta prioritária - concluída dia 16 e que era exclusiva para os acionistas. O investimento mínimo definido para novos acionistas é de R$ 1 mil e o máximo de R$ 300 mil. Na hora da reserva das ações, o investidor terá de determinar quanto está disposto a gastar - uma vez que o preço do papel da capitalização só será conhecido no próximo dia 24. Ainda existe a possibilidade de comprar cotas dos Fundos de Investimento em Ações da Petrobrás (FIA-Petrobrás).
Esses fundos serão administrados pelos grandes bancos e terão pelo menos 80% do patrimônio em ações da estatal. A menor cota será de R$ 200 e a maior de R$ 300 mil.

ATENÇÃO: Hoje tem o vencimento das opções sobre ações negociadas na BM&F Bovespa que deve imprimir volatilidade no nosso mercado.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos fecharam positivo, em sua maioria nesta sexta-feira, após um leve progresso em Wall Street, embora os investidores na Coréia e no Japão estivessem cautelosos diante dos feriados da próxima semana.

JAPÃO: Ações japonesas subiram diante da contínua desvalorização do iene frente ao dólar americano e com alta do ouro, embora os investidores não estavam negociando ativamente diante do feriados japoneses na segunda-feira e quinta-feira. Exportadores japoneses se beneficiaram mais uma vez, após a intervenção no mercado de Tóquio esta semana. Destaque para a criarão de uma joint-venture de empresas japonesas com a Magna International para produzir baterias de lítio para veículos eléctricos.

CHINA: A Bolsa de Hong Kong fechou em alta, mas Xangai fechou com desvalorização. Bancos cairam ante preocupações para possível aumento das taxas de juro do Banco Popular da China depois que os preço ao consumidor da China subiu 3,5% em relação ao ano anterior. O BC da China fixou a paridade yuan-dolar em 6,7172, marcando a sexta sessão de ajustes sucessivos contra o dólar.

EUROPA: Mercados europeus em alta, após os ganhos dos mercados asiáticos. Destaque para Carrefour e mineração entre os melhores desempenhos, esta última auxiliada com a alta nos preços do ouro.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Consumer Price Index - CPI e seu núcleo de agosto (Indicador mensal da inflação ao consumidor dos Estados Unidos).
10h55 - Preliminar do Michigan Sentiment de setembro (confiança dos consumidores na economia norte-americana).
- Quadruple Witching (vencimento simultâneo de contratos futuros e opções sobre índices e ações. O nome do dia é em referência aos quatro vencimentos e às bruxas. Segundo os analistas é um dia historicamente mais volátil, especialmente nas últimas horas de negociação. Investidores que precisam encerrar posições podem movimentar o mercado a qualquer preço, levando as cotações a oscilarem erraticamente. O Quadruple Witching ocorre quatro vezes por ano, nas terceiras sextas-feiras dos meses de março, Junho, Setembro e Dezembro).

AGENDA DE SEGUNDA-FEIRA:
EUA: 11h00 - NAHB Housing Market Index (venda de imóveis e a expectativa para novas construções no mercado imobiliário americano).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: BBA Mortgage Approvals (Aprovações Hipotecárias) e Money Supply ( informações de meios de pagamento incluindo moeda em circulação, fundos mútuos e depósitos de curto e longo prazos).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
BRASIL: Vencimento de opções sobre ações negociadas na BM&F Bovespa.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h05):

ÁSIA
Austrália: +0,75%
Nikkei: +1,23%
Hong Kong: +1,29%
Xangai Composite: -0,15%
EUROPA
London - FTSE: +1,03%
Paris Cac 40: +1,19%
Netherlands: +1,11%
Frankfurt - Dax: +0,86%
Madrid IBEX: +0,90%
Zurich: +0,64%
Milão Mib: 0,81%
Moscow RTS: +0,90%

PETRÓLEO
BRENT: +1,23%
WTI: +0,90%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +1,52%
NIQUEL: +1,31%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,57%
S&P: +0,76%
NASDAQ: +0,66%

OFERTA PRIORITÁRIA DA PETROBRAS:: Hoje acontece a segunda data de corte para a oferta primária de ações da Petrobras. Vale lembrar que a subscrição de 80% das ações inicialmente previstas na oferta global serão destinadas à oferta prioritária, da qual só poderão participar os acionistas que tivessem posição de custódia em papéis da estatal ao final da data do primeiro corte na sexta passada, dia 10.

ATENÇÃO: Atenção para o vencimento das opções no mercado americano. Dados de inflação americano será divulgado antes da abertura de nossa bolsa. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados asiáticos fecharam em sua maioria em baixa, apesar dos exportadores japoneses continuarem a se beneficiar de um iene mais fraco depois da intervenção autoridades japonesas no mercado de moeda.

JAPÃO: Ações japonesas encerraram em baixa, apesar da desvalorização do iene em relação ao dólar dos EUA, o que favoreceu exportadoras como montadoras, mas foi pressionado por produtoras de petróleo, siderurgias e bancos. A queda veio em Tóquio em meio a debilidade dos mercados asiáticos.

CHINA: Ações de Xangai fecharam em queda. As ações de bancos desvalorizaram frente as preocupações sobre a possibilidade de uma subida das taxas de juros pelo Banco Popular da China, porém diminuiram as perdas no final da tarde após a Comissão Reguladora Bancária da China anunciar que não tinha planos para aumentar as taxas, mas tomará medidas cautelosas para proteger os bancos contra os riscos sistêmicos.

EUROPA: Mercado bolsista europeu abriu sem rumo definido nesta quinta-feira, com ações de mineradoras e montadoras entre as maiores baixas. Pressiona positivamente o conglomerado alemão Siemens, que obtiveram avaliação positiva pela Morgan Stanley e gigante petrolífera BP, favorecida pela alta recente do petróleo. Vendas no varejo britânico diminuiu 0,5% em agosto. Em comparação as vendas de agosto do ano passado, subiram 0,4%. Economistas previam aumento de 0,3% mensal e 2% anual. A zona do euro apresentou superávit de 6.7 bilhões de euro com o resto do mundo, em julho, ante um superávit revisado de 2,2 bilhões em junho. As exportações cairan 0,6% em junho, enquanto as importações caíram 1,5%.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Current Account (dados da conta corrente norte-americana), do segundo trimestre.
9h30 - Producer Price Index - PPI e de seu núcleo (preços praticados por produtores), de agosto.
9h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego).
11h00 - Philadelphia Fed Index (atividade industrial da região da Filadélfia) de setembro.

SEXTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Consumer Price Index - CPI e de seu núcleo (Indicador mensal da inflação ao consumidor dos Estados Unidos), 10h55 - Michigan Sentiment (confiança dos consumidores na economia norte-americana) e o Quadruple Witching (contratos futuros de índices acionários, contratos futuros de ações, opções sobre índices e opções sobre ações).
EUROPA: Current Account (saldo da conta corrente), Construction Output (atividade da indústria de construção tanto no setor público como privado).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Producer Price Index - PP (Preços ao Produtor).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: -1,12%
Nikkei: -0,07%
Hong Kong: -0,27%
Xangai Composite: -1,89%
EUROPA
London - FTSE: -0,13%
Paris Cac 40: -0,18%
Netherlands: -0,05%
Frankfurt - Dax: +0,09%
Madrid IBEX: +0,08%
Zurich: +0,01%
Milão Mib: -0,36%
Moscow RTS: -0,11%

PETRÓLEO
BRENT: -0,05%
WTI: -0,57%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,13%
NIQUEL: -0,23%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,11%
S&P: -0,20%
NASDAQ: -0,21%

OFERTA PRIORITÁRIA DA PETROBRAS: Encerra nesta quinta-feira o prazo de reservas para pessoas não-vinculadas e que desejem participar da oferta primária de ações da Petrobras, em que é garantido o direito de subcrição, respeitando o limite proporcional de subscrição. Para tanto o investidor devia ter posição sob custódia em papéis da estatal na última sexta-feira, dia 10. O direito de subscrição será calculado com base na variação proporcional da posição entre o dia 10 e o dia 17, data do segundo corte. ATENTEM-SE investidores, ao fato de que só podem fazer pedido de reserva por meio de uma única instituição (caso seja efetuado em mais de uma corretora, o segundo pedido de reserva será rejeitado).
Hoje termina também o período de reservas para os que preferirem aderir à oferta por meio dos fundos mútuos de privatização, limitado a 30% do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Neste caso só vale os pedidos de quem já tem parte do fundo aplicado na Petrobras.

ATENÇÃO: Dados americanos como desemprego e inflação deverão definir a abertura de nosso mercado. Bons trades a todos.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Os mercados asiáticos tiveram fechamento misto nesta quarta feira com o mercado de Tóquio aprontando uma reviravolta impressionante, após o iene cair fortemente devido à intervenção no câmbio por parte das autoridades japonesas.

JAPÃO: As ações japonesas subiram quarta-feira, lideradas por ações de exportadores e bancos, com a intervenção do governo nos mercados de divisas que levou o iene a recuar em relação ao dólar. A intervenção pegou o mercado de surpresa, pois os "players" apostavam na alta do iene e queda das ações com a vitória do primeiro-ministro Naoto Kan sobre Ichiro Ozawa, pela liderança do Partido Democrático do Japão (Ozawa era o preferido do mercado pois havia se comprometido publicamente a enfraquecer o iene, enquanto Kan era visto como conservador e menos provável a fazer tal movimento).

CHINA: Na China, papéis do setor imobiliário continuou seu movimento de perdas. "A incerteza sobre as novas medidas de aperto para o mercado imobiliário continua a pesar. Os mercados foram cautelosos diante da proximidade do feriado de três dias na próxima semana (festival de outono), pois no passado a China implantou novas medidas políticas neste período. O dólar avançou em relação ao yuan chinês, com outro recorde de baixa fixado pelo Banco Popular da China. Outra questão é a oferta da mineradora BHP Billiton para o maior fabricante de fertilizantes do mundo, Potash Corp, de onde a China, importa 7% da produção do fabricante. Os chineses temem que uma aquisição BHP poderia elevar o custo de fertilizantes, imprescindíveis para a produção de alimentos de sua enorm população nos próximos anos. Autoridades chinesas ordenaram às empresas estatais para se reunir com banqueiros de investimento e estudar possívies opções para bloquear a oferta da BHP.

EUROPA: Mercados europeus lutavam para permanecer em território positivo nesta quarta-feira, com valorização de papéis de montadora na CAC, enquanto setor farmacêutico cai na FTSE (ações da AstraZeneca desvaloriza com notícia de que a FDA americana precisará de mais tempo para concluir a sua revisão sobre a droga de anti-coagulação ticagrelor e a GlaxoSmithKline com o risco do medicamento para tratamento de diabetes Avandia). O número de trabalhadores britânicos que reinvindicaram auxílio-desemprego aumentou em 2,3k enquanto economistas previam uma queda de 5k. A taxa de desemprego para os três meses encerrados em julho foi de 7,8%, ante 7,9% nos três meses anteriores. A remuneração média, excluindo prémios, no período maio-julho cresceu a uma taxa anual de 1,8%. Os economistas tinham previsto um aumento de 1,6%. A inflação ao consumidor na zona do euro desacelerou para uma taxa anual de 1,6% em agosto, ante 1,7% em julho. A taxa anual permanece abaixo da meta do Banco Central Europeu que é de pouco menos de 2%. Core CPI, que exclui o álcool, alimentos e os preços do tabaco, aumentou a uma taxa anual de 1%, inalterada face a Julho e em linha com previsões

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 – Export Prices (preços de bens exportados, excluindo produtos agrícolas) e o Import Prices (preços de bens importados, excluindo petróleo), ambos do mês de agosto.
9h30 - NY Empire State Index (atividade manufatureira no estado de Nova York) de setembro.
10h15 - Industrial Production (produção de fábricas) e Capacity Utilization (capacidade utilizada pela indústria americana) de agosto.
11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano, semanal.

QUINTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Current Account (conta corrente norte-americana), 9h30 - Producer Price Index - PPI e de seu núcleo (preços praticados por produtores), 9h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego), 11h00 - Philadelphia Fed Index (atividade industrial no estado).
EUROPA: Trade Balance (balança comercial na Zona do Euro).
REINO UNIDO: Retail Sales Index (vendas no varejo britânico).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h20):

ÁSIA
Austrália: +0,72%
Nikkei: +2,34%
Hong Kong: +0,14%
Xangai Composite: -1,34%
EUROPA
London - FTSE: -0,22%
Paris Cac 40: -0,46%
Netherlands: -0,28%
Frankfurt - Dax: -0,40%
Madrid IBEX: -0,48%
Zurich: -0,29%
Milão Mib: -0,66%
Moscow RTS: -0,92%

PETRÓLEO
BRENT: -0,57%
WTI: -1,35%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,30%
NIQUEL: -0,01%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,20%
S&P: -0,28%
NASDAQ: -0,17%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Petrobras pode antecipar refinarias para ter autossuficiência em 2014.

ATENÇÃO: Atenção para os dados americanos que serão divulgados antes do pregão que poderá ditar o rumo de nosso mercado. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 14 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos com fechamento misto nesta sessão de terça-feira, apesar de apresentarem ganhos sólidos, devido outra sessão positiva em Wall Street. Investidores em Tóquio cautelosos com a votação do Partido Democrático do Japão.

JAPÃO: O índice Nikkei fechou em queda, com investidores de Tóquio aguardando o resultado da votação do Partido Democrático do Japão. O Primeiro Ministro japonês Naoto Kan manteve a liderança derrotando o Challenger Ichiro Ozawa conquistando 60% dos voto disponíveis, fato este que alimentou ainda mais os ganhos do iene na tarde desta terça-feira (Ozawa era visto pelo mercado como mais amigável para tomar medidas de estímulo à economia), pesando sobre papéis de exportadores. Os bancos estenderam os ganhos de segunda-feira após decisão do Comité de Basiléia sobre as regras de adequação de capital.

CHINA: A Bolsa de Hong Kong tiveram ganhos, favorecidas pela boa performance das companhias aéreas. Em Pequim, as imobiliárias pesaram novamente sobre os mercados, com preocupações persistentes de que o governo possa introduzir mais medidas de aperto sobre o setor. O yuan chinês atingiu uma nova alta contra o dólar dos EUA depois que o banco central da China definiu a paridade dólar-yuan, em função da fraqueza global do dólar e crescente pressão de os EUA sobre a política de câmbial da China.

EUROPA: Mercados acionários europeus sem direção definida, com os bancos na ponta positiva, enquanto a Philips Electronics desapontou os investidores depois da apresentação de seu plano de crescimento de cinco anos. O sentimento no longo prazo do investidor institucional na Alemanha caiu acentuadamente em Setembro para -4.3. Expectativas dos economistas era 10.7. A última divulgação foi 14.0. Entre as preocupações incluem crescimento mais lento dos EUA e problemas não resolvidos na zona do euro, entretanto o sentimento atual do investidor institucional (ZEW Survey – Current Situation) subiu para 59,9 em setembro, ante 43,3 em agosto.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Retail Sales de agosto (mede as vendas totais do mercado varejista, desconsiderando o setor de serviços) e o Retail Sales ex-auto (exclui as vendas de automóveis).
11h00 - Business Inventories de julho (nível de vendas e de estoques das indústrias, além dos setores de atacado e varejo).

QUARTA-FEIRA:
EUA: 9h30 – Export Prices (exclui a produção agrícola)e o Import Prices (exclui a cotações do petróleo), 9h30 - NY Empire State Index (atividade manufatureira no estado), 10h15 - Industrial Production ( produção de fábricas dos Estados Unidos) e pelo Capacity Utilization (capacidade utilizada pela indústria americana) de agosto, 11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano.
EUROPA: Consumer Price Index -CPI (indicador mensal da inflação ao consumidor europeu) e o Employment Change (dados do desemprego na Zona do Euro) do 2º Trimestre.
REINO UNIDO: Average Earning Excluding Bonus (pagamento no curto prazo na economia britânica, excluindo bônus) de junho, Claimant Count Rate (situação do desemprego no Reino Unido), ILO Unemployment Rate (taxa de desemprego), Jobless Claims Change (número de pessoas desempregadas no Reino Unido).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h20):

ÁSIA
Austrália: +0,32%
Nikkei: -0,24%
Hong Kong: +0,17%
Xangai Composite: +0,01%
EUROPA
London - FTSE: +0,04%
Paris Cac 40: +0,07%
Netherlands: +0,13%
Frankfurt - Dax: +0,04%
Madrid IBEX: -0,04%
Zurich: -0,04%
Milão Mib: -0,03%
Moscow RTS: -0,22%

PETRÓLEO
BRENT: -0,57%
WTI: -0,39%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,85%
NIQUEL: -0,09%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,05%
S&P: -0,03%
NASDAQ: +0,04%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Primeiro dia da reserva de ações da Petrobras tem forte procura.

ATENÇÃO: Seguindo o cronograma da oferta de ações da Petrobras, encerra-se nesta terça-feira o período de reservas para pessoas vinculadas, tanto na oferta prioritária quanto na oferta de varejo. Destaque para os números do varejo americano antes do pregão. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos iniciaram a semana em alta, a partir de dados chineses divulgados no fim de semana, que indicou um aumento da atividade econômica. As atenções também ficaram por conta da reunião de bancos centrais ocorrida no fim de semana na Suíça, para aprovação das novas regras para o sistema financeiro internacional - Basileia III, com a possibilidade da obrigatoriedade dos bancos aumentarem mais capital, o que exigiria emissão de moedas pelos BC mundiais.

JAPÃO: As ações japonesas fecharam em alta, porém com baixo volume, com os investidores aguardando a eleição presidencial do Partido Democrático do Japão (DPJ) amanhã, mas o sentimento geral é de otimismo. O setor bancário e os exportadores ajudaram o mercado, esta última favorecida pela fraqueza do iene face ao euro.

CHINA: As ações da China fecharam em alta e foram liderada por produtores de petróleo e montadoras, embora os ganhos fossem atenuados pelo mau desempenho de ações bancárias. Os principais indicadores econômicos mostraram que o crescimento da China acelerou em Agosto apresentando um aumento mais forte do que o esperado da produção industrial e nas vendas no varejo, enquanto a inflação ficou em linha com as previsões, aliviando algumas preocupações sobre a subida das taxas por lá. Os bancos estavam sob pressão depois que o China Business News, citando uma fonte não identificada, relatou que a Comissão Reguladora Bancária da China pretende exigir que os bancos façam um fundo equivalente a 2,5% de seus empréstimos como reservas no próximo ano como parte dos esforços para reforçar seus balanços.

EUROPA: As bolsas européias abriram em alta, com os principais bancos se beneficiando das novas regras de adequação de capital e reservas de recursos, alicerçada nos dados da China. As novas regras, que foram acordadas na Basiléia, Suíça, têm por objetivo prevenir de riscos como as que desencadearam a crise financeira global em 2008. No cerne das novas regras, os BCs terão que aumentar a exigência de capital a pelo menos 7% dos ativos, mais do que o padrão internacional de 2% ou 4% exigido por bancos dos EUA. Os BCs terão vários anos para adequar as novas normas. A UE elevou sua projeção para o crescimento econômico na zona do euro, embasado num crescimento mais forte do que o esperado no segundo trimestre. As previsões economicas estima que o PIB crescerá 1,7%, acima de suas previsões. A UE também aumentou sua previsão de crescimento para a Grã-Bretanha, projetando 2010 o crescimento do PIB de 1,7%.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
15h00 - Treasury Budget (orçamento governamental) de agosto.

SEXTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Retail Sales (vendas totais do mercado varejista, desconsiderando o setor de serviços) e o Retail Sales ex-auto (ignora as vendas de automóveis),
11h00 - Business Inventories (nível de vendas e de estoques das indústrias, além dos setores de atacado e varejo).
EUROPA: ZEW Survey – Economic Sentiment (sentimento do investidor institucional na Zona do Euro).
REINO UNIDO: Consumer Price Index - CPI (inflação ao consumidor britânico) e Retail Sales Index (vendas no varejo britânico).
ALEMANHA: ZEW Survey – Current Situation (sentimento atual do investidor institucional) e ZEW Survey – Economic Sentiment (sentimento no longo prazo do investidor institucional na Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h20):

ÁSIA
Austrália: +1,16%
Nikkei: +0,89%
Hong Kong: +1,89%
Xangai Composite: +0,94%
EUROPA
London - FTSE: +1,01%
Paris Cac 40: +1,09%
Netherlands: +1,03%
Frankfurt - Dax: +0,91%
Madrid IBEX: +1,02%
Zurich: +0,35%
Milão Mib: +1,10%
Moscow RTS: +1,45%

PETRÓLEO
BRENT: +0,70%
WTI: +1,18%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +1,64%
NIQUEL: +2,52%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,94%
S&P: +0,88%
NASDAQ: +1,05%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Capitalização da Petrobras pode acentuar alta do real, dizem analistas.

ATENÇÃO: Começa hoje o período de reserva da oferta prioritária e de varejo da Petrobras. Orçamento americano deverá agitar os mercados no período da tarde. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Maioria dos mercados de ações asiáticos fecharam positivos, impulsionados pela queda maior do que o esperado nos pedidos de desempregados nos EUA, mostrando sinais de recuperação, aliviando as preocupações sobre as condições macroeconômicas.

JAPÃO: As ações japonesas se animaram com o aumento das importações na China e também foi beneficiando da queda do iene contra o dólar, após o governo anunciar um pacote de estímulo na ordem de Y915 bilhões destinados a deflação doméstica e a alta do iene, favorecendo exportadores como montadoras de autos e techs.

CHINA: Mercados chineses ofuscaram os ganhos iniciais após a divulgação dos dados do comércio. As exportações foram menores, mas melhor que a expectativa dos analistas que já esperavam uma desaceleração. As perdas no índice de Xanghai pode ser mais atribuída a cautela dos investidores, ante lançamento amanhã (sábado) dos dados de índice de preços ao consumidor, o que poderá dar impulso na próxima semana .

EUROPA: Mercados europeus abriram em queda. Deutsche Bank, com queda acentuada planeja lançar novas novas ações, enquanto a Nokia valorizou depois que nomeou um novo CEO. Os preços de produtos das fábricas britânicas apontou inflação anual de preços ao produtor de 4,7%. Economistas previam alta de 0,2% mensal e um aumento de 4,9% anuais. Os preços ao produtor mostrou uma alta de 0,1% em julho e um aumento anual de 5%. Core PPI, que exclui alimentos, tabaco, bebidas e petróleo, subiu 0,1% em relação a julho e 4,6% em termos anualizados.


(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
11h00 - Wholesale Inventories de julho (informações sobre as vendas e os estoques do setor atacadista).

SEXTA-FEIRA:
EUA: 15h00 - Treasury Budget (orçamento governamental).
EUROPA: Industrial Production (produção industrial).
REINO UNIDO: Nationwide Consumer Confidence (nível de confiança do consumidor britânico sobre o momento atual e o futuro da economia local).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: -0,45%
Nikkei: +1,55%
Hong Kong: +0,43%
Xangai Composite: +0,26%
EUROPA
London - FTSE: -0,13%
Paris Cac 40: -0,21%
Netherlands: -0,12%
Frankfurt - Dax: -0,37%
Madrid IBEX: -0,53%
Zurich: +0,12%
Milão Mib: -0,42%
Moscow RTS: -0,45%

PETRÓLEO
BRENT: +0,48%
WTI: +2,32%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,66%
NIQUEL: +0,44%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,08%
S&P: +0,15%
NASDAQ: +0,21%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Caixa e BNDES poderão participar de capitalização da Petrobras.

ATENÇÃO: Atenção fica por conta da Petrobras, cuja primeira data de corte para garantir o direito de subscrição acontece hoje e acionistas com posição sob custódia poderão subscrever ações na oferta primária da companhia, obviamente respeitando os limites proporcionais pré-estabelecidos. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercado asiático com fechamento misto, apesar da virada de mesa do mercado com a bem sucedida venda da dívida do governo português e a publicação do livro bege pelo FED americano (a economia norte-americana segue se recuperando, porém com mais sinais de desaceleração do que nos períodos anteriores), que impulsionou ganhos em Wall Street. Em Sidney, os investidores ficaram animados com os dados de emprego melhores do que o esperado para agosto.

JAPÃO: As ações japonesas se recuperaram nesta quinta-feira, depois de cair nas últimas duas sessões. A queda do iene frente as divisas internacionais injetou ânimo no mercado local, favorecendo papéis de techs, exportadores e empresas do setor imobiliário. O governo japonês planeja solicitar à China uma explicação mais detalhada da razão dela está comprando a dívida do governo japonês em grandes quantidades, compras essas que podem estar por trás do recente aumento do iene.

CHINA: A Bolsa de Hong Kong fechou em alta, mas a Bolsa de Xangai fechou em queda, influenciada pela queda de bancos chineses e empresas do setor imobiliário, com preocupações persistentes de que Pequim iria lançar novas medidas de aperto para conter a valorização de imóveis e a criação de uma nova taxa de 2.5%, obrigatórios nos empréstimo, para ajudar a conter o crescimento crédito.

EUROPA: Os mercados europeus abriram em queda, com pressão de varejistas, mas recuperando bem e operando no azul. Às 8h00 o Bank of England irá se pronunciar sobre sua decisão logo após o fim da reunião que irá deliberar sobre a taxa básica de juros.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Initial Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego), em base semanal.
9h30 - Trade Balance (balança comercial) de julho (mede a diferença entre os valores das importações e exportações realizadas pelo país).
11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano, semanal.


SEXTA-FEIRA:
EUA: 11h00 - Wholesale Inventories (vendas e os estoques do setor atacadista).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Producer Price Index -PPI(Índice de Preços ao Produtor é considerado um importante indicador de inflação).
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: +0,94%
Nikkei: +0,82%
Hong Kong: +0,37%
Xangai Composite: -1,44%
EUROPA
London - FTSE: +0,83%
Paris Cac 40: +0,76%
Netherlands: +0,84%
Frankfurt - Dax: +0,57%
Madrid IBEX: +0,55%
Zurich: +0,23%
Milão Mib: +0,79%
Moscow RTS: +0,99%

PETRÓLEO
BRENT: +0,32%
WTI: +0,72%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -1,22%
NIQUEL: -0,49%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,36%
S&P: +0,41%
NASDAQ: +0,35%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Vale capta US$ 1,75 bi com bônus para 2020 e 2039.

ATENÇÃO: Atenção fica por conta dos dados americanos, como os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA, que será divulgado antes da abertura de nosso mercado (nas últimas duas semanas, o indicador trouxe números melhores). Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter:

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados de ações asiáticos fecharam no vermelho nesta quarta-feira após Wall Street cair em meio a preocupações sobre a saúde dos bancos europeus, com a atenção dos investidores direcionada para a saúde fiscal de várias nações européias, especialmente a Irlanda, Portugal e Grécia.

JAPÃO: As perdas do Japão foram significativas com preocupações constantes sobre a força do iene, apesar dos comentários do ministro das Finanças, Yoshihiko Noda de que o governo tomará medidas contra o aumento do iene, se necessário. O mercado acredita que intervenção do governo no câmbio serão mínimas O sentimento é que irá haver intervenção no mercado monetário apenas após a decisão do Partido Democrata da eleição presidencial do Japão que se realiza na próxima semana.

CHINA: As Bolsas de Hong Kong e Xangai também fecharam em queda. Destaque para a saída do Vodafone Group da empresa de telecomunicações chinesa China Mobile. Em Hong Kong, as ações da China Mobile caiu 3,7%, mas analistas disseram que a operação teve pouco efeito sobre os fundamentos da empresa.

EUROPA: Bolsas de valores européias abriram em baixa (aguardando a divulgação do Livro Bege), estendendo as perdas de ontem, com ganhos modestos para algumas empresas de serviços, mas telecomunicações auxilía o declínio junto com o setor bancário . O PIB grego diminuiu 1,8% no segundo trimestre. A expectativa era uma contração de 1,5%. Os gastos estatais cairam 8,4%, enquanto o consumo privado diminuiu 4,2%. O saldo comercial caiu 28,1% em comparação ao segundo trimestre do ano passado, fazendo uma contribuição positiva (as importações caíram 13,5%, enquanto as exportações diminuíram 5%).

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
15h00 - Livro Bege do Fed (o relatório divulgado pelo FED é divido por regiões e setores da economia e mostra a atual situação da economia norte-americana. As onze regionais coletam informações sobre a situação econômica de suas áreas de atuação).
.
16h00 - Consumer Credit de julho (mede o total de crédito ao consumidor).

QUINTA-FEIRA:
EUA: 9h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego), 9h30 - Trade Balance (balança comercial), 11h30 - Estoques de Petróleo norte-americano.
EUROPA: Relatório Mensal do Banco Central Europeu (relatório mensal com análises e dados sobre a atual situação econômica nos países da União Européia).
REINO UNIDO: Trade Balance (desempenho mensal do comércio exterior britânico), Reunião do Banco da Inglaterra (deliberação sobre eventuais mudanças no juro básico.
ALEMANHA: Consumer Price Index (Preliminar sobre a inflação ao consumidor na Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: -0,75%
Nikkei: -2,18%
Hong Kong: -1,46%
Xangai Composite: -0,11%
EUROPA
London - FTSE: -0,58%
Paris Cac 40: -0,60%
Netherlands: -0,48%
Frankfurt - Dax: -0,58%
Madrid IBEX: -0,43%
Zurich: -0,52%
Milão Mib: -,75%
Moscow RTS: -1,42%

PETRÓLEO
BRENT: -0,52%
WTI: -010%

COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -0,16%
NIQUEL: +1,06%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,23%
S&P: -0,23%
NASDAQ: -0,09%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: União Européia aprova ajuda de US$ 11,4 bilhões à Grécia.

ATENÇÃO: Atenção para a divulgação do Livro Bege que é o destaque desta semana na agenda americana, provavelmente irá estabelecer uma forte influência na direção que o mercado irá tomar. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

terça-feira, 7 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Surpreendentemente as bolsas amanheceram no vermelho nesta terça-feira, interrompendo o ciclo de euforia da semana passada. Na Ásia destaque para as siderúrgicas de toda a região que tiveram valorização na esperança de que eles se beneficiariam dos preços mais altos do aço na China e para a indefinição da composição do governo australiano.

JAPÃO: O Índice Nikkei fechou em queda. Como era esperado, o Banco do Japão manteve sua política monetária, dizendo que a economia está se recuperando em um ritmo lento, deixando em aberto a possibilidade de ação de emergência para apoiar a economia e o iene avançou novamente frente aos pares internacionais.

CHINA: As Bolsas de Hong Kong e a Bolsa de Xangai fecharam em alta, com as empresas siderúrgicas da região valorizando com expectativas de alta nos preços do aço chinês.

EUROPA: Mercados europeus abriram em queda em meio a perdas no setor bancário (Barclays sob pressão depois que o gigante bancário anunciou o novo CEO) e commodities, enquanto as companhias aéreas estiveram entre as poucas ações em alta. Pedido das fábricas da Alemanha cairam 2.2% em Julho face ao mês anterior. Economistas esperavam um aumento de 0,5% ao mês.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

QUARTA-FEIRA:
EUA: 15h00 - Livro Bege do Fed (relatório sobre o desempenho atual da economia do país), 16h00 - Consumer Credit (total de crédito ao consumidor).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: NIESR Gross Domestic Product (estimativas para o PIB da Grã-Bretanha), Industrial Production (números da produção industrial), Manufacturing Production (produção manufatureira).
ALEMANHA: Current Account (saldo da conta corrente), Trade Balance (saldo mensal da balança comercial), Industrial Production (produção industrial da Alemanha).

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (8h50):

ÁSIA
Austrália: -0,06%
Nikkei: -0,81%
Hong Kong: +0,22%
Xangai Composite: +0,08%
EUROPA
London - FTSE: -0,82%
Paris Cac 40: -1,19%
Netherlands: -1,10%
Frankfurt - Dax: -0,71%
Madrid IBEX: -1,45%
Zurich: -1,01%
Milão Mib: -1,49%
Moscow RTS: -1,42%

PETRÓLEO
BRENT: -1,20%
WTI: -1,32%
COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: -2,33%
NIQUEL: -2,15%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,58%
S&P: -0,66%
NASDAQ: -0,71%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Obama anunciará plano de US$ 50 bilhões para emprego.

ATENÇÃO: Vamos ver se o anúncio do Obama ao menos colabora com a melhora dos ânimos dos investidores americanos.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercados asiáticos fechou com valorização nesta segunda-feira, após divulgação de que dados de emprego americanos não foram tão ruins como se temia.

JAPÃO: O Índice Nikkei fechou em alta, favorecidas pelas exportadoras e empresas de tecnologia.

CHINA: As Bolsas de Hong Kong e a Bolsa de Xangai fecharam em alta, esta última impulsionada por comodities metálicas, favorecendo as mineradoras. Notícias dão conta que a Sinochem Corp Internacional da China e o fundo soberano chinês China Investment Corp farão oferta conjunta para a canadense Potash Corp (empresa de fertilizantes).

EUROPA: Mercados europeus abriram em alta. Colaboram para a alta, bancos, BP e companhia aéreas que divulgaram aumento de venda nas passagens. Foi divulgado o relatório da confiança dos investidores (Sentix Investor Confidence) que apresentou números aquém das expectativas: divulgado: 7,6 ; expectativa: 8,7; anterior: 8.2.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA: As bolsas americanas estarão fechadas por conta do Feriado do Dia do Trabalho.

TERÇA-FEIRA:
EUA: 18h00 - Consumer Confidence - ABC/Washington Post (nível de confiança do consumidor americano).
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Nationwide Consumer Confidence (nível de confiança do consumidor britânico sobre o momento atual e o futuro da economia local).
ALEMANHA: Factory Orders (volume de pedidos feitos à indústria como todo, incluindo bens não duráveis).
JAPÃO: 1º Dia da Reunião de Política Monetária do BoJ (Deliberação sobre os rumos da política monetária japonesa).
CHINA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h10):

ÁSIA
Austrália: +0,83%
Nikkei: +2,05%
Hong Kong: +1,83%
Xangai Composite: +1,54%
EUROPA
London - FTSE: +0,42%
Paris Cac 40: +0,49%
Netherlands: +0,53%
Frankfurt - Dax: +0,40%
Madrid IBEX: +0,40%
Zurich: +0,37%
Milão Mib: +0,41%
Moscow RTS: +0,41%

PETRÓLEO
BRENT: +0,61%
WTI: -0,05%
COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,16%
NIQUEL: +1,93%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,14%
S&P: +0,15%
NASDAQ: +0,27%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Comentário semanal: impulsionado por ações da Petro, Ibovespa sobe 1,67%.

ATENÇÃO: A matriz ficará fechada na data de hoje. Vamos ver se o nosso aqui se anima. Tenham todos bons trades .

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Siga no twitter: http://www.twitter.com/haramototrader

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

RESENHA DA BOLSA - HARAMOTO
SEXTA-FEIRA, 03 de Setembro de 2010

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Os investidores foram estimulados por uma terceira sessão de ganhos em Wall Street com um aumento inesperado nas vendas pendentes de casas nos EUA, no entanto, a compra foi temperada com prudência aguardando relatório americando de empregos que será divulgado hoje. Maioria dos mercados de ações asiáticos fecharam em alta nesta sexta-feira com desempenho do setor de tecnologia levando ganhos a Tóquio e Seul, enquanto que a fraqueza do setor bancário chinês, arrastou Xangai para baixo.

JAPÃO: O mercado de Tóquio seguiu a subida de Wall Street, apoiadas nas ações de tecnologia, no entanto, os ganhos foram limitados pela força do iene, que não mostra sinais de recuo.

CHINA: A Bolsa de Hong Kong fechou em alta, mas a Bolsa de Xangai fecha ligeiramente negativo com notícia de que quatro dos cinco maiores bancos da China relataram aumentos nos empréstimos no segundo trimestre em relação ao trimestre anterior, mostrando novas evidências de risco no crédito no sistema bancário local.

EUROPA: Bolsas européias abriram em alta. O setor de serviços da Grã-Bretanha no mês passado cresceu em seu ritmo mais lento desde abril de 2009, apontando uma queda na leitura para 51,3, ante 53,1 de julho. Economistas esperavam uma queda mais modesta para 52,8. As vendas no varejo na zona do euro aumentaram 0,1% em julho, após um incremento revisado de 0,2% em junho. Comparado a julho de 2009, as vendas cresceram 1,1%. Economistas esperavam uma leitura mensal fixa de 0,7% .

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h30 - Relatório de Emprego de agosto, composto por: Unemployment Rate (taxa de desemprego), Nonfarm Payrolls (número de postos de trabalho), Hourly Earnings (ganho por hora trabalhada) e Average Workweek (média de horas trabalhadas).
11h00 - ISM Services de agosto (mede o nível de atividade não industrial).

SEGUNDA-FEIRA:
EUA: Feriado do Dia do Trabalho (as bolsas americanas estarão fechadas).
EUROPA: Sentix Investor Confidence (Sentimento do investidor europeu).
REINO UNIDO: Retail Sales (números de vendas no varejo).
JAPÃO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
CHINA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h15):
ÁSIA
Austrália: +0,32%
Nikkei: +0,57%
Hong Kong: +0,49%
Xangai Composite: -0,01%
EUROPA
London - FTSE: +0,59%
Paris Cac 40: +0,75%
Netherlands: +0,59%
Frankfurt - Dax: +0,43%
Madrid IBEX: +0,10%
Zurich: +0,88%
Milão Mib: +0,40%
Moscow RTS: +0,13%

PETRÓLEO
BRENT: -0,38%
WTI: -0,43%
COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,22%
NIQUEL: +1,24%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: +0,14%
S&P: +0,23%
NASDAQ: +0,20%


NOTÍCIA EM DESTAQUE: Para analistas, PIB brasileiro do 2° trimestre deve trazer forte desaceleração.

ATENÇÃO: Atenção para os dados de empregos americanos que será divulgado antes da abertura de nosso pregão. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Estamos também no twitter. Siga-nos: http://www.twitter.com/haramototrader

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

RESENHA DA BOLSA

(1) RESUMO DO CENÁRIO:

Mercado Asiático respira aliviado, sobe na cola dos fortes ganhos de Wall Street (maior ganho de Dow Jones em um dia desde 7 de julho), mas não consegue acompanhar o rítmo empregado pelos americanos.

JAPÃO: O Índice Nikkei fechou em alta, apesar da valorização do iene frente a algumas moedas, o que ainda continua a penalizar papeis de empresas exportadoras. Analistas ainda cautelosos com a força do iene.

CHINA: As Bolsas de Hong Kong e a Bolsa de Xangai também fecharam em alta. Destaque para a gigante dos seguros do continente chinês Ping An Insurance Group Co. que adquiriu o controle acionário Shenzhen Development Bank Co.

EUROPA: As principais bolsas européias abriram em queda, após fortes ganhos da sessão anterior e exibido relutância em assumir grandes posições antes da divulgação de dados econômicos nos EUA. Os setores de mineração e finanças, estavam entre aqueles que apresentaram as maiores perdas. A taxa básica de juros na região permaneceu em 1,00% ao ano. A última alteração no juro feita pela autoridade monetária européia ocorreu no dia 07/05/2009.

(2) AGENDA DO MERCADO :

HOJE:
EUA:
9h00 - Discurso do presidente do FED, Ben Bernanke, juntamente com a presidente da FDIC (Federal Deposit Insurance Corporation), Sheila Bair, em que irão pronunciar perante a comissão de investigação da crise, no Congresso dos EUA.
9h30 - Initial Claims (pedidos de auxílio-desemprego), semanal.
9h30 - Productivity & Costs referente ao segundo trimestre (mede a produtividade da mão-de-obra da economia norte-americana, excluída a agropecuária).
11h00 - Pending Home Sales de julho (venda de casas existentes nos EUA com contrato assinado, mas ainda sem transação efetiva).
11h00 - Factory Orders de julho (volume de pedidos, feitos à indústria como um todo, de bens duráveis e bens não duráveis).

AMANHÃ:
EUA: 9h30 - Relatório de Emprego (taxa de desemprego, número de postos de trabalho, ganho por hora trabalhada e média de horas trabalhadas), 11h00 - ISM Services (nível de atividade não industrial).
EUROPA: Purchasing Managers Index Services - PMI (nível de atividade de serviços), Retail Sales (vendas totais do mercado varejista no mês, não levando em conta o setor de serviços).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Purchasing Managers Index Services - PMI (nível de atividade econômica no setor de serviços).
JAPÃO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
CHINA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.

(3) ÍNDICES MUNDIAIS (7h20):

ÁSIA
Austrália: +0,80%
Nikkei: +1,52%
Hong Kong: +1,19%
Xangai Composite: +1,25%
EUROPA
London - FTSE: -0,18%
Paris Cac 40: -0,18%
Netherlands: +0,06%
Frankfurt - Dax: -0,25%
Madrid IBEX: -0,23%
Zurich: -0,32%
Milão Mib: -0,35%
Moscow RTS: +0,53%

PETRÓLEO
BRENT: -0,88%
WTI: -0,34%
COMMODITIES METÁLICAS
COBRE: +0,37%
NIQUEL: +1,29%

ÍNDICES FUTUROS AMERICANO
Dow: -0,14%
S&P: -0,26%
NASDAQ: -0,20%

NOTÍCIA EM DESTAQUE: Barril de petróleo da capitalização da Petrobras é fixado em US$ 8,51.

ATENÇÃO: Mercado apreensivo a espera da divulgação dos dados americanos que incluem o setor imobiliário e desemprego e o discurso do Presidente do Fed, antes da abertura de nosso mercado. Tenham todos bons trades.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites que são aqui redigidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização desse relatório.
Você encontrará também esse material no site http://haramoto.blogspot.com (existe um chat em que você poderá conversar com amigos. Você também pode acompanhar a evolução dos índices mundiais em tempo real (adicionem em seus favoritos).
Estamos também no twitter. Siga-nos: http://www.twitter.com/haramototrader