Veja Também

Veja Também

terça-feira, 2 de abril de 2019

RESENHA DA BOLSA - TERÇA-FEIRA 02/04/2019

ÁSIA: Os principais mercados da região Ásia-Pacífico registraram ganhos nesta terça-feira, seguindo os avanços em Wall Street, já que as preocupações com uma possível desaceleração econômica global diminuíram.

O índice da MSCI para as ações da Ásia-Pacífico, exceto Japão, subiu 0,20%.

O composto de Xangai subiu 0,2%, enquanto o Shenzhen Composite subiu 0,11%. O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 0,21%.

O Nikkei do Japão recuou 0,02%, enquanto o índice Topix, mais amplo, caiu 0,25%. O iene, considerado uma moeda porto seguro, foi negociado a 111,36 por dólar, enfraquecendo em relação aos níveis próximos de 110,00 na semana anterior, com os investidores assumindo mais riscos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi subiu 0,41%.

O índice de referência ASX 200 da Austrália subiu 0,41%, com o sub-índice financeiro, fortemente ponderado, avançando 0,45%, enquanto o sub-índice de energia subiu 0,89%. Entre as mineradoras, BHP subiu 0,2%, Fortescue Metals avançou 2,7% e Rio Tinto recuou 1,3%.

O banco central da Austrália manteve sua taxa de câmbio inalterada em 1,50%, de acordo com as expectativas do mercado. Na declaração de política monetária, o governador Philip Lowe disse que o baixo nível das taxas de juros está apoiando a economia australiana. Ele disse que o mercado de trabalho do país continua forte e levou a uma recuperação dos salários. O RBA espera mais progressos na redução do desemprego e que a inflação retornem gradualmente à sua meta. Lowe disse que o cenário central é que a inflação subjacente seja de 2% em 2019 e 2,25% em 2020.

EUROPA: Os mercados europeus estão flertando o terceiro dia consecutivo de ganhos, com investidores encorajados com as pesquisas mais fortes do que as esperadas da atividade fabril dos EUA e da China, diminuindo preocupações com a economia global.

O índice Stoxx Europe 600 sobe 0,11%. Na segunda-feira o pan-índice subiu 1,2%. 

Os setores bancários e de seguros da Europa lideraram os ganhos, impulsionados pelo avanço do Swedbank para o topo do benchmark europeu. As ações do banco sobem quase 6%, depois que foi anunciado que as autoridades suecas não investigariam as acusações de lavagem de dinheiro feitas pelo investidor Bill Browder.

No outro extremo, a Rolls Royce perde quase 2% após a Singapore Airlines descobriu um defeito nos motores durante inspeções de dois de seus aviões Boeing 787-10 Dreamliner, o mais recente problema para a fabricante de aviões norte-americana. Os motores fornecidos pela empresa britânica estavam deteriorando mais rápido do que o esperado.

A empresa francesa de serviços de TI, Atos, cai para o fundo do índice, depois que Berenberg cortou a recomendação para suas ações de "espera" para "vender". As ações listada em Paris caem mais de 4% com as notícias.

Enquanto isso, a Coca-Cola Hellenic sobe para o topo do benchmark europeu depois que o Barclays citou a engarrafadora de refrigerantes entre um dos seus favoritos. As ações listadas em Londres aumentam quase 2%.

Entre as mineradoras listadas em Londres, Anglo American sobe 0,8%, Antofagasta recua 0,2%, BHP perde 0,5% e Rio Tinto cai 0,1%.

Os legisladores britânicos não chegaram à um acordo para o Brexit. Na noite de segunda-feira, o parlamento britânico não obteve maioria para nenhuma proposta alternativa ao acordo da primeira-ministra Theresa May. Se nada for aprovado na Câmara dos Comuns nos próximos dias, a quinta maior economia do mundo deverá deixar o bloco sem um acordo em 12 de abril.

EUA: Os futuros de ações dos EUA operam sob pressão nesta terça-feira, apesar dos dados dos EUA e China mostrarem uma recuperação na atividade manufatureira.

Dados de de manufatura mais forte dos EUA e da China melhoraram o sentimento durante a sessão de segunda-feira, com o Dow fechando acima de 26.000 pontos pela primeira vez desde 26 de fevereiro.

Na agenda econômica, o relatório de bens duráveis ​​dos EUA deve ser divulgado na terça-feira às 9h30.

Na frente corporativa, Walgreens Boots Alliance deve divulgar seus resultados.

ÍNDICES FUTUROS - 8h00:
Dow: +0,02%
SP500: +0,04%
NASDAQ: +0,03%
OBSERVAÇÃO: Este  material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário