Veja Também

Veja Também

segunda-feira, 15 de abril de 2019

RESENHA DA BOLSA - SEGUNDA-FEIRA 15/04/2019

ÁSIA: Os mercados da região Ásia-Pacífico fecharam sem direção na segunda-feira à tarde, com a confiança dos investidores se recuperando depois que dados da China mais fortes do que o esperado na semana passada melhoraram o sentimento por riscos.

No Japão, o Nikkei subiu 1,37%, enquanto o índice Topix, mais amplo, subiu 1,4%.

O Kospi da Coreia do Sul terminou em alta de 0,42%. As ações da Asiana Airlines dispararam 30%. As afiliadas Air Busan e Asiana IDT subiram 29,94% e 29,78%, respectivamente. O principal acionista da Asiana Airlines, a Kumho Industrial, anunciou nesta segunda-feira que venderia toda a sua participação na operadora endividada depois que a companhia aérea não conseguiu obter aprovação de suas demonstrações financeiras de 2018, o que desencadeou alertas de rebaixamentos de classificação de crédito, segundo o relatório da Reuters.

Na China, as ações inverteram os ganhos: o índice de Xangai caiu 0,34%, enquanto o Shenzhen Composite recuou 0,84%. O índice Hang Seng de Hong Kong também devolveu os ganhos iniciais para negociar perto da estabilidade no fim da tarde.

Na Austrália, o índice de referência ASX 200 fechou estável. A maioria dos setores recuou, mas o sub-índice de energia subiu 0,54% e setor financeiro, fortemente ponderado, avançou 0,39%. Entre as empresas de mineração, BHP fechou em baixa de 0,3%, enquanto Fortescue Metals avançou 1,1% e Rio Tinto avançou 0,4%.

Dados alfandegários mostraram que as exportações da China em março foram maiores do que o esperado: as exportações nominadas em dólar subiram 14,2% no ano, superando a previsão de um ganho de 7,3%, segundo uma pesquisa da Reuters, mas as importações ficaram aquém das expectativas, indicando que a demanda doméstica na segunda maior economia do mundo permaneceu fraca.

Os dados melhores do que o esperado sinalizaram um “aumento substancial do crédito na economia. Isso significa que as medidas de flexibilização de crédito estão funcionando e o foco agora se voltará para os dados de atividade de março. 

Os investidores procurarão mais sinais de recuperação na economia chinesa e sua implicação nas perspectivas de crescimento global. Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu novamente sua previsão de crescimento econômico global para 2019, citando riscos como o aumento das tensões comerciais e uma política monetária mais rígida pelo banco central dos EUA.

A evolução das negociações comerciais EUA-China também contribuiu para o sentimento positivo. Na semana passada, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que Washington e Pequim estão fazendo progressos em direção à um acordo comercial, que inclui um acordo sobre um mecanismo de fiscalização. Ainda assim, Mnuchin se recusou a dizer se os EUA usarão as taxações como uma ferramenta de fiscalização.

As ações em Taiwan, Cingapura e Indonésia subiram, mas caíram nas Filipinas.

As eleições na Indonésia em 17 de abril estará no radar do investidor asiático.

EUROPA: Os mercados europeus operam em alta na manhã de segunda-feira, com investidores reagindo às notícias de incorporação e desenvolvimentos nas negociações comerciais entre EUA e China. No fim de semana, o secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin, disse no sábado que um acordo comercial EUA-China iria “muito além” dos acordos prévios entre as duas nações e que os dois lados estavam “próximos da rodada final” de negociações, informou a Reuters.

O índice pan-europeu Euro Stoxx 600 sobe 0,24%, com as bolsas e setores apontando para o alto.

O foco do mercado está em grande parte em sintonia com os lucros das empresas, com várias prontas para divulgar seus resultados do primeiro trimestre nesta semana.  O setor bancário na Europa sobe quase 1%.

As ações da Norsk Hydro sobem quase 4% depois que o promotor público no Brasil tomou medidas para suspender um embargo de sua produção no país. 

Entre as principais mineradoras listadas em Londres, Anglo American cai 1,3%, Antofagasta recua 0,6%, BHP recua 1,5%, enquanto Rio Tinto cai 1,2%.

A mineradora de ouro Acacia Mining, com sede na Tanzânia e listada no Reino Unido cai 3,44% com a notícia de que a produção no primeiro trimestre caiu 13% em relação ao ano anterior após questões operacionais em sua mina de North Mara. A controladora da Acacia, a Barrick Gold anunciou uma fusão de US $ 18 bilhões com a Randgold Resources em janeiro.

EUA: Os futuros do índice de ações dos EUA operam em ligeira alta na manhã de segunda-feira, com os participantes do mercado aguardando novos relatórios de lucros, com dois dos maiores bancos de Wall Street informando seus números.

Na sexta-feira, o DJIA subiu 1,03%, em 26.412,30 pontos, enquanto o índice S & P 500 avançou 0,66%, para 2.907,41 pontos. O Nasdaq Composite Index subiu 0,46%, para fechar em 7.984,16.

O S & P e o Nasdaq fecharam em alta durante a semana, enquanto o Dow registrou uma ligeira perda.

A temporada de balanços vai se acelerar em uma semana encurtada pelo feriado da Páscoa. Nesta segunda-feira, o Goldman e Citigroup e a fabricante canadense Aphria Inc. divulgarão seus números.

Os investidores ficaram animados com os resultados do JPMorgan Chase, que deu início a nova temporada de resultados na sexta-feira, melhor do que o esperado, enquanto Wells Fargo também registrou receitas robustas e lucros em linha com o esperado.

Os analistas esperam que os números do primeiro trimestre do S & P 500 sofram a primeira queda anual após quase três anos, uma vez que obstáculos macroeconômicos continuam a derrubar as estimativas dos analistas.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse a repórteres no sábado que os EUA e a China estão se aproximando de um acordo comercial. No domingo, a Reuters informou que os EUA estão reduzindo as exigências de que a China reduza os subsídios industriais como condição para um acordo comercial, depois de forte oposição chinesa.

No pré-market, as ações da Advanced Disposal Services sobe 20,67% depois que a Waste Management disse que entrou em acordo para comprar a rival por US $ 4,9 bilhões. A Waste Management pagará US $ 33,15 por ação em dinheiro pelas ações de Advanced Disposal, um prêmio de 22,1% sobre o preço de fechamento de sexta-feira.

ÍNDICES FUTUROS - 7h55:
Dow: +0,16%
SP500: 0,00%
NASDAQ: -0,08%
OBSERVAÇÃO: Este  material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário